Câncer de Intestino: Entrevista com Especialista




Como parte das ações em comemoração ao Setembro Verde – o mês dedicado a prevenção contra o Câncer de Intestino, o Hospital Madre Teresa divulga entrevista com a Médica Coordenadora do Serviço de Coloproctologia:

1) Como é a estrutura do intestino?
O Intestino Grosso tem cerca de 1 metro e meio e divide-se em colón esquerdo, transverso, esquerdo, sigmoide e reto.

2) O que é o Câncer de Intestino?
É um acrescimento anormal da células prejudicando o funcionamento normal do colón.

3) O câncer de intestino é hereditário e como a genética influencia no desenvolvimento do câncer de intestino?
Não é hereditário, tem cerca de 10 por cento de chance dentro da família.

4) Existem grupos que estão mais suscetíveis (exemplo: mulheres, homens, idosos, negros etc.)?
Não existem grupos mais suscetíveis.

5) O que causa o câncer de intestino?
Não se sabe ao certo a causa, mas a dieta com pouca fibra, com consumo de carne e embutidos e produtos industrializados favorece o câncer.

6) Quais são os sintomas?
No início da doença quase nenhum. A medida que o tumor vai crescendo, os sintomas vão aparecendo, como:   gases, cólicas, gosma e sangramento nas fezes, anemia e emagrecimento.

7) Como é o diagnóstico?
Exame feito por Coloproctologia que examinará o reto e em seguida a colonoscopia.

8) O que é colonoscopia?
É o exame que examina todo o colono e retira os pólipos que encontrar.

9) O que são pólipos?
São como verrugas que surgem no intestino e se transformam em câncer.

10) Todo pólipo se transforma em câncer? Em quanto tempo?
Cerca de 60% dos pólipos podem se transformar em câncer e levam em média 5 anos para sofrer a transformação.

11) Quais os tipos de tratamento para o câncer de intestino?
Na maioria dos casos é de tratamento cirúrgico, podendo ser associado com a quimioterapia e a radioterapia.

12) Qual a diferença entre o câncer de intestino e a síndrome do intestino irritável?
O câncer é uma doença maligna com a existência de um tumor no paciente. Na síndrome do colonoirritavel o exame não mostra visivelmente a existência da doença, tudo aparenta normal, mas sem funcionar como deveria.  O intestino está mais sensível e se movimenta mais, a barriga fica barulhenta e cheia de gases, incomoda, mas não é visto a olho nú e apenas é um funcionamento alterado.

13) O câncer de intestino tem cura?
Sim, claro. No início, quando ainda não se espalhou pelo organismo, é curável.

14) A alimentação dos pacientes muda após o diagnóstico? Existe algum alimento que não seja indicado? 
A alimentação nas primeiras semanas após a cirurgia deve ser mais leve, mas depois volta ao normal, não existem alimentos mais ou menos indicados.

15) Quais são as formas de evitar o câncer?
Fazendo o exame coloproctológico e colonoscopia de rotina, assim como fazemos preventivos das mamas, ginecológico e os homens fazem da próstata, sempre lembrar que é melhor prevenir do que remediar.