Hospital Madre Teresa recebe medalha “Mérito Santos Dumont”

O Hospital Madre Teresa foi agraciado, no dia 25 de outubro, com um dos prêmios mais importantes concedidos pelo Governo de Minas Gerais. A diretora do Hospital Madre Teresa (HMT), Irmã Simone Santana, recebeu das mãos do governador do Estado, Antonio Anastasia, a medalha “Mérito Santos Dumont”, categoria prata. “É com imensa alegria que recebo este mérito. Neste momento, represento, com orgulho, todas as Irmãs, médicos e colaboradores do Hospital, que diariamente buscam a excelência para oferecer a cada paciente um atendimento de alta qualidade e humanizado. Que Deus continue nos abençoando com os frutos deste trabalho fundamentado no Evangelho e no espírito de família”, afirmou Irmã Simone. 

Além do HMT, foram homenageadas outras 122 pessoas e instituições, entre empresários, políticos, secretários de Estado, militares, professores e artistas, que contribuíram para o desenvolvimento de Minas Gerais. O evento foi realizado na Fazenda Cabangu, no município de Santos Dumont, e contou com a presença de autoridades de todo o país. 
 


Irmã Simone ao lado do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia
Foto: Guilherme Dardanhan/Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)

A cerimônia lembrou os feitos do “pai da aviação”, como ficou conhecido Alberto Santos Dumont. Durante o evento, os homenageados se posicionaram próximo à réplica do avião 14-Bis, localizado nos jardins da fazenda que integra o Museu de Cabangu, dedicado à memória de Santos Dumont. O local foi onde o aviador nasceu, em julho de 1873. O 14-Bis foi o primeiro aparelho mais pesado que o ar a ser inventado, capaz de decolar e pousar.

O governador Antonio Anastasia, em seu discurso, destacou a história de Santos Dumont e sua relação com os homenageados. “A inteligência e a determinação estão presentes também naqueles que homenageamos hoje. A todos fica o reconhecimento e o agradecimento do povo mineiro nesta data cívica. São as asas de Santos Dumont, que permitiram à humanidade ganhar os céus, que estão simbolicamente vinculadas ao sonho maior de Minas, que é a liberdade”, afirmou.

O orador oficial da cerimônia foi o reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Célio Campolina, que durante a sua fala, dentre outros assuntos, destacou o pioneirismo de Santos Dumont.
 
A Medalha

A medalha “Mérito Santos Dumont” foi criada pela Lei 1.493, de 1956, para comemorar o cinquentenário do primeiro voo com uma aeronave mais pesada do que o ar, pelo brasileiro Alberto Santos Dumont, em 23 de outubro de 1906. A medalha se destina a reconhecer o mérito de instituições e personalidades que contribuíram para o desenvolvimento de Minas Gerais e para o crescimento da aviação brasileira.

A entrega da medalha é realizada anualmente, e a homenagem é dividida em três graus: ouro, prata e bronze, além do Grande Colar da Medalha Santos Dumont. Este último destina-se exclusivamente a chefes de Estado e chefes de governo. Os agraciados são indicados pelo Conselho Permanente da Medalha.

 
 

Avenida Raja Gabaglia, 1002
Bairro Gutierrez CEP: 30441-070
Belo Horizonte - MG