Notícias
Hospital Madre Teresa inaugura novo espaço especializado em Cirurgia Cardiovascular e Tratamento dos Aneurismas de Aorta
No dia 13 de novembro, o Hospital Madre Teresa (HMT) inaugurou o novo espaço do Centro Especializado em Cirurgia Cardiovascular (CECC) e Centro Tratamento dos Aneurismas de Aorta (CTAA). O espaço conta com estrutura física moderna, novos consultórios e ampla recepção, proporcionando aos pacientes um espaço completo, moderno e aconchegante.

A equipe de cirurgiões cardiovasculares do HMT é composta pelos doutores: Ernesto Lentz da Silveira Monteiro, Fernando Antônio Roquette Reis Filho, Luiz Cláudio Moreira Lima, Marcelo Braga Ivo e coordenada pelo Dr. Rodrigo de Castro Bernardes. Devido aos experientes profissionais, titulados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e a excelente estrutura física - uma das mais completas e modernas do país para a realização de procedimentos cardíacos e cirurgias minimamente invasivas, o serviço tornou-se um dos maiores da América Latina. “A experiência acumulada por nossa equipe permite que cirurgias de longa duração sejam minimamente agressivas e com o tempo reduzido, muitas vezes menos de 1h feita apenas com sedação, sem anestesia geral”, afirma Dr. Rodrigo Bernardes.





A inauguração do novo Centro contou com a presença de pacientes, diretores, gerentes, equipe de Cirurgia Cardiovascular e do capelão do Hospital, Pe. Marcelo Corcelli, que fez uma bênção no local.

Sobre o serviço

O serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital Madre Teresa possui uma história de sucesso, tendo reconhecimento nacional e internacional na realização de cirurgias cardíacas de alta complexidade. Entre os destaques históricos está o Prêmio Nacional de Cirurgia Cardíaca, recebido pelo Dr. Rodrigo Bernardes, pelo desenvolvimento da prótese conhecida como “Anel de Castro Bernardes” -  implante de prótese endovascular (dentro da luz da aorta) - sendo um dos primeiros no mundo a realizar a técnica.

A premiação foi conferida ao médico em 1994, o que impulsionou a criação do Centro de Tratamento das Doenças de Aorta de Minas Gerais, sediado no Hospital Madre Teresa e coordenado pelo especialista.

A equipe também é pioneira e a única certificada pela Sociedade Brasileira de Cardiologia em Minas Gerais para o implante de prótese de válvula aórtica transcateter (TAVI) - procedimento minimamente invasivo que permite a correção em uma redução no diâmetro da válvula.