Campanha contra o desperdício do HMT foi certificada pelo Ministério do Meio Ambiente


O HMT foi a única instituição de saúde do Brasil a receber a certificação

O combate à perda e ao desperdício de alimentos é de fundamental importância humanitária em todo o mundo. De acordo com os dados das Nações Unidas, em 2013, 26,3 milhões de toneladas de alimentos foram desperdiçados no Brasil. Pensando nisso, o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) do Hospital Madre Teresa (HMT) implantou há 10 anos a “Campanha Contra o Desperdício de Alimentos no Refeitório de Colaboradores”.

Neste mês, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) reconheceu e certificou o projeto do HMT como uma boa prática no combate a perda e desperdício de alimentos, na categoria Consumo. 
A certificação veio através da chamada pública nº 1/2018, que tem como objetivo identificar, chancelar e divulgar iniciativas em curso que promovam a redução e o desperdício no país. 

Dentre as 56 instituições brasileiras que se inscreveram no MMA, somente 29 atenderam os critérios de seleção e receberam o certificado de reconhecimento, sendo o Hospital Madre Teresa o único serviço de saúde do Brasil a conquistar a certificação.

O projeto foi criado e enviado ao Ministério do Meio Ambiente, pelo SND, em outubro de 2018. Para se inscrever, as colaboradoras da Nutrição produziram um vídeo e um texto explicativo sobre as ações realizadas no HMT. “Ficamos muito felizes com esse reconhecimento. Ele reflete o esforço de toda a nossa equipe. Isso não seria possível sem o apoio da diretoria do Hospital e de todos os colaboradores, que estão cada vez mais inseridos na cultura de combate ao desperdício”, diz a coordenadora da Nutrição do Hospital Madre Teresa, Jossane Barboza.


De acordo com os dados do Serviço de Nutrição e Dietética, nesses 10 anos de campanha, foi reduzido, per capta desperdiçado por pessoa, de 40g dia para 15 gramas. “É um número muito significativo. Essa redução só foi possível mediante os trabalhos de conscientização para um consumo sustentável realizado anualmente”, conta Jossane.

Para este ano, a equipe do HMT lança um desafio maior: reduzir a meta de 15g para 12g. O tema de 2019 é “Desperdício de Quem tem é a Fome de Alguém…”

Sobre a Campanha

A Campanha Desperdício do Hospital Madre Teresa foi criada em 2008 e desde então vem realizando diversas ações para combater o desperdício dos alimentos. De acordo com a coordenadora do SND, Jossane Barboza, em 2017 o hospital reduziu 14,5% no desperdício se comparado o total de comida no lixo entre 2016 e 2017. “Embora a notícia da redução seja boa, ainda cursamos com uma média de 260 kg de alimentos jogados fora mensalmente, no refeitório dos colaboradores. Essa quantidade chama a nossa atenção e são um alerta para a necessidade de diminuir ainda mais a quantidade de comida que vai para o lixo”, relata.




Campanha contra o desperdício do HMT foi certificada pelo Ministério do Meio Ambiente


O HMT foi a única instituição de saúde do Brasil a receber a certificação

O combate à perda e ao desperdício de alimentos é de fundamental importância humanitária em todo o mundo. De acordo com os dados das Nações Unidas, em 2013, 26,3 milhões de toneladas de alimentos foram desperdiçados no Brasil. Pensando nisso, o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) do Hospital Madre Teresa (HMT) implantou há 10 anos a “Campanha Contra o Desperdício de Alimentos no Refeitório de Colaboradores”.

Neste mês, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) reconheceu e certificou o projeto do HMT como uma boa prática no combate a perda e desperdício de alimentos, na categoria Consumo. 
A certificação veio através da chamada pública nº 1/2018, que tem como objetivo identificar, chancelar e divulgar iniciativas em curso que promovam a redução e o desperdício no país. 

Dentre as 56 instituições brasileiras que se inscreveram no MMA, somente 29 atenderam os critérios de seleção e receberam o certificado de reconhecimento, sendo o Hospital Madre Teresa o único serviço de saúde do Brasil a conquistar a certificação.

O projeto foi criado e enviado ao Ministério do Meio Ambiente, pelo SND, em outubro de 2018. Para se inscrever, as colaboradoras da Nutrição produziram um vídeo e um texto explicativo sobre as ações realizadas no HMT. “Ficamos muito felizes com esse reconhecimento. Ele reflete o esforço de toda a nossa equipe. Isso não seria possível sem o apoio da diretoria do Hospital e de todos os colaboradores, que estão cada vez mais inseridos na cultura de combate ao desperdício”, diz a coordenadora da Nutrição do Hospital Madre Teresa, Jossane Barboza.


De acordo com os dados do Serviço de Nutrição e Dietética, nesses 10 anos de campanha, foi reduzido, per capta desperdiçado por pessoa, de 40g dia para 15 gramas. “É um número muito significativo. Essa redução só foi possível mediante os trabalhos de conscientização para um consumo sustentável realizado anualmente”, conta Jossane.

Para este ano, a equipe do HMT lança um desafio maior: reduzir a meta de 15g para 12g. O tema de 2019 é “Desperdício de Quem tem é a Fome de Alguém…”

Sobre a Campanha

A Campanha Desperdício do Hospital Madre Teresa foi criada em 2008 e desde então vem realizando diversas ações para combater o desperdício dos alimentos. De acordo com a coordenadora do SND, Jossane Barboza, em 2017 o hospital reduziu 14,5% no desperdício se comparado o total de comida no lixo entre 2016 e 2017. “Embora a notícia da redução seja boa, ainda cursamos com uma média de 260 kg de alimentos jogados fora mensalmente, no refeitório dos colaboradores. Essa quantidade chama a nossa atenção e são um alerta para a necessidade de diminuir ainda mais a quantidade de comida que vai para o lixo”, relata.