Notícias
I Simpósio de Disfagia do HMT foi um sucesso

O evento reuniu profissionais de diversas regiões do país

No dia 16 de março, o Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa (CDEP) do Hospital Madre Teresa (HMT) recebeu fonoaudiólogos, médicos, nutricionistas, enfermeiros, fisioterapeutas e outros profissionais de saúde de Belo Horizonte e diversas regiões do país, para o I Simpósio de Disfagia. O evento foi organizado pelo Serviço de Fonoaudiologia do HMT e contou com o apoio do Conselho Regional de Fonoaudiologia – 6ª região (Crefono 6).


O diretor administrativo do Hospital Madre Teresa, Sr. Marcos Vete participou da abertura do I Simpósio de Disfagia, parabenizou toda a equipe de Fonoaudiologia da Instituição e enalteceu a realização do evento. “Simpósios como esse, reafirmam o compromisso do HMT com o desenvolvimento cientifico e a disseminação do conhecimento”, diz.

Em seguida, o presidente da Crefono 6, Raimundo de Oliveira Neto agradeceu pelo convite e elogiou o Hospital Madre Teresa pela qualidade do simpósio. Ele ainda parabenizou as organizadoras pela iniciativa de criarem um evento desse porte em Belo Horizonte. 


No I Simpósio de Disfagia foram discutidos temas que envolvem o cuidado do paciente disfágico, desde o diagnóstico até critérios, estratégias e planejamentos de reabilitação. Foram realizadas palestras e mesas redondas que levantaram questões relacionadas aos Protocolos de Prevenção à Broncoaspiração, Transtornos Neurogênicos, Alterações Oncológicas, Distúrbios Respiratórios, Disfagia Adquirida em UTI, dentre outros. 


De acordo com a coordenadora da Fonoaudiologia do HMT, Tamara Elisa Rocha Braga, o maior objetivo da equipe foi promover a atenção à disfagia, compartilhando práticas baseadas em evidências científicas, além de ampliar as discussões com outros profissionais de diversos serviços e outros estados. “A presença de membros da equipe multidisciplinar do Hospital foi fundamental, reforçando a importância das tomadas de decisões compartilhadas. Agrademos pelo apoio e pela participação de todos”, diz.