HMT é reconhecido como referência em boas práticas para a prevenção de Tromboembolismo Venoso


A validação foi entregue pelo Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente

Na última quinta-feira (28/03), o Hospital Madre Teresa (HMT) recebeu mais uma vez, validação de Instituição de Saúde Referência em Boas Práticas para a Prevenção do Tromboembolismo Venoso (TEV) – doença caracterizada pela formação de coágulos no interior das veias, obstruindo a passagem do sangue. A avaliação foi conferida pelo Instituto Brasileiro de Segurança do Paciente (IBSP) - organização de referência nacional em conteúdo e treinamento de segurança e qualidade em saúde.


De acordo com a IBSP, o programa de Validação de Boas Práticas de Segurança analisa como funcionam os processos dentro das instituições hospitalares. No caso específico da validação de profilaxia de TEV, o objetivo é garantir que essa cadeia de procedimentos seja efetiva e que a instituição esteja preparada para rastrear possíveis lacunas durante o processo. 

Os auditores após avaliarem indicadores, prontuários de pacientes, equipe multidisciplinar e outros documentos deram o aval para a validação do Hospital Madre Teresa. O título tem duração de um ano e é segunda vez que o HMT é validado.

De acordo com a Gerente de Segurança Assistencial do Hospital Madre Teresa, Dra. Flávia Roberta Carneiro Roza Bosco, a validação de “Instituição de Saúde Referência em Boas Práticas para a Prevenção do Tromboembolismo Venoso”, mostra que o HMT continuamente busca alinhar-se com as melhores práticas em saúde. “No Hospital Madre Teresa todas as equipes trabalham em sinergia, na busca de identificar e gerenciar os riscos, por ventura existentes, definindo ações de prevenção individualizadas. A Instituição entende que a segurança no ato de cuidar é o principal pilar que se associa a uma assistência de qualidade e a uma experiência positiva para os seus pacientes e familiares", ressalta.




HMT é reconhecido como referência em boas práticas para a prevenção de Tromboembolismo Venoso


A validação foi entregue pelo Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente

Na última quinta-feira (28/03), o Hospital Madre Teresa (HMT) recebeu mais uma vez, validação de Instituição de Saúde Referência em Boas Práticas para a Prevenção do Tromboembolismo Venoso (TEV) – doença caracterizada pela formação de coágulos no interior das veias, obstruindo a passagem do sangue. A avaliação foi conferida pelo Instituto Brasileiro de Segurança do Paciente (IBSP) - organização de referência nacional em conteúdo e treinamento de segurança e qualidade em saúde.


De acordo com a IBSP, o programa de Validação de Boas Práticas de Segurança analisa como funcionam os processos dentro das instituições hospitalares. No caso específico da validação de profilaxia de TEV, o objetivo é garantir que essa cadeia de procedimentos seja efetiva e que a instituição esteja preparada para rastrear possíveis lacunas durante o processo. 

Os auditores após avaliarem indicadores, prontuários de pacientes, equipe multidisciplinar e outros documentos deram o aval para a validação do Hospital Madre Teresa. O título tem duração de um ano e é segunda vez que o HMT é validado.

De acordo com a Gerente de Segurança Assistencial do Hospital Madre Teresa, Dra. Flávia Roberta Carneiro Roza Bosco, a validação de “Instituição de Saúde Referência em Boas Práticas para a Prevenção do Tromboembolismo Venoso”, mostra que o HMT continuamente busca alinhar-se com as melhores práticas em saúde. “No Hospital Madre Teresa todas as equipes trabalham em sinergia, na busca de identificar e gerenciar os riscos, por ventura existentes, definindo ações de prevenção individualizadas. A Instituição entende que a segurança no ato de cuidar é o principal pilar que se associa a uma assistência de qualidade e a uma experiência positiva para os seus pacientes e familiares", ressalta.