HOSPITAL MADRE TERESA REALIZA EXAMES DE ELETRONEUROMIOGRAFIA

Publicado em: 05/6/2020

 

O exame é realizado pela equipe de Neurologia e é utilizado para identicar lesões no sistema nervoso periférico.

O Hospital Madre Teresa (HMT) investe continuamente em tecnologia e novos exames para garantir qualidade de vida para os pacientes e auxiliar os profissionais que trabalham na instituição.

Neste mês, a equipe de Neurologia do HMT passou a realizar um novo exame: o eletroneuromiografia, também conhecido como eletromiografia (EMG) – um método de estudo neurofisiológico, utilizado para avaliar todo o sistema nervoso periférico, incluindo as regiões que envolvem a medula, nervos periféricos e músculos através de estímulos elétricos nos nervos dos membros superiores, inferiores e da face. “Através da atividade muscular destes segmentos pode-se chegar as conclusões diagnósticas”, esclarece o coordenador do Serviço de Neurologia do Hospital Madre Teresa e membro titular da Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica, Dr. Rodrigo Santiago Gomez.

Dr. Rodrigo Santiago realizando a eletroneuromiografia nos membros superiores do paciente

No HMT, o exame é realizado por especialistas em Neurofisiologia Clínica, que avaliam a função do sistema nervoso periférico e muscular por meio de impulsos elétricos - pequenos choques - gerados durante o exame. De acordo com os médicos, o objetivo principal do exame é avaliar a saúde das unidades motoras do cérebro do paciente.

Dr. Rodrigo Santiago conta que através da eletroneuromiografia é possível identificar uma grande variedade de enfermidades, tais como: doenças musculares, compressões dos nervos periféricos, lesões de raízes nervosas, comprometimento de algumas áreas da medula espinhal e doenças degenerativas motoras e musculares. Ele explica que após o resultado do exame, além da constatação de possíveis lesões, o médico consegue observar o grau de comprometimento em que ela se encontra e concluir o prognóstico. “Esta investigação contribui para um tratamento assertivo da doença”.

De acordo com os médicos do Hospital, as contraindicações relativas a realização da eletroneuromiografia devem ser avaliadas individualmente pelo médico executante. Para realizar o exame é recomendado que o paciente esteja com a pele limpa e seca. “A pele tem que estar bem seca, sem cremes ou óleo corporal,” explica Dr. Rodrigo Santiago.

Para marcar uma consulta ou exame com a equipe acesse o site www.hospitalmadreteresa.org.br ou ligue para a Central de Marcação pelo telefone (31) 3339-8455.




HOSPITAL MADRE TERESA REALIZA EXAMES DE ELETRONEUROMIOGRAFIA

Publicado em: 05/6/2020

 

O exame é realizado pela equipe de Neurologia e é utilizado para identicar lesões no sistema nervoso periférico.

O Hospital Madre Teresa (HMT) investe continuamente em tecnologia e novos exames para garantir qualidade de vida para os pacientes e auxiliar os profissionais que trabalham na instituição.

Neste mês, a equipe de Neurologia do HMT passou a realizar um novo exame: o eletroneuromiografia, também conhecido como eletromiografia (EMG) – um método de estudo neurofisiológico, utilizado para avaliar todo o sistema nervoso periférico, incluindo as regiões que envolvem a medula, nervos periféricos e músculos através de estímulos elétricos nos nervos dos membros superiores, inferiores e da face. “Através da atividade muscular destes segmentos pode-se chegar as conclusões diagnósticas”, esclarece o coordenador do Serviço de Neurologia do Hospital Madre Teresa e membro titular da Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica, Dr. Rodrigo Santiago Gomez.

Dr. Rodrigo Santiago realizando a eletroneuromiografia nos membros superiores do paciente

No HMT, o exame é realizado por especialistas em Neurofisiologia Clínica, que avaliam a função do sistema nervoso periférico e muscular por meio de impulsos elétricos - pequenos choques - gerados durante o exame. De acordo com os médicos, o objetivo principal do exame é avaliar a saúde das unidades motoras do cérebro do paciente.

Dr. Rodrigo Santiago conta que através da eletroneuromiografia é possível identificar uma grande variedade de enfermidades, tais como: doenças musculares, compressões dos nervos periféricos, lesões de raízes nervosas, comprometimento de algumas áreas da medula espinhal e doenças degenerativas motoras e musculares. Ele explica que após o resultado do exame, além da constatação de possíveis lesões, o médico consegue observar o grau de comprometimento em que ela se encontra e concluir o prognóstico. “Esta investigação contribui para um tratamento assertivo da doença”.

De acordo com os médicos do Hospital, as contraindicações relativas a realização da eletroneuromiografia devem ser avaliadas individualmente pelo médico executante. Para realizar o exame é recomendado que o paciente esteja com a pele limpa e seca. “A pele tem que estar bem seca, sem cremes ou óleo corporal,” explica Dr. Rodrigo Santiago.

Para marcar uma consulta ou exame com a equipe acesse o site www.hospitalmadreteresa.org.br ou ligue para a Central de Marcação pelo telefone (31) 3339-8455.