25 ANOS DO SERVIÇO DE NEUROLOGIA DO HOSPITAL MADRE TERESA

Publicado em: 24/6/2020

 

A equipe destaca-se entre uma das mais antigas e sólidas de Belo Horizonte, sendo composta por neurologistas com formação em diversas subespecialidades.

Membros da equipe de Neurologia do Hospital Madre Teresa.

Inaugurada em 1995, a Clínica de Neurologia do Hospital Madre Teresa (HMT) tornou-se referência em Minas Gerais no tratamento de doenças e transtornos do sistema nervoso central e periférico.

Ao longo desses 25 anos, a equipe construiu um trabalho sólido com condutas coesas e alinhadas entre os médicos, a partir da adoção das melhores práticas e protocolos assistenciais. De acordo com o coordenador da Neurologia do HMT, Dr. Rodrigo Santiago Gomez é característica do serviço o estimulo à atualização continua dos seus membros. “Isso se reflete diretamente na entrega de melhores resultados para o paciente”, conta.

A equipe é composta por 16 neurologistas credenciados pela Academia Brasileira de Neurologia, que atuam em diversas subespecialidades neurológicas. Essa formação diferenciada consagrou o serviço como referência no tratamento das seguintes doenças: acidente vascular cerebral (AVC), Alzheimer, cefaleias, distúrbios dos movimento (como Parkinson), doenças neuromusculares (como esclerose lateral amiotrófica), entre outras.

Os neurologistas do Hospital Madre Teresa atuam 24 horas no serviço de urgência e emergência e, também, atendem em caráter eletivo nos diversos consultórios de segunda a sexta-feira. Além disso são realizados pela própria equipe os exames de Eletroencefalograma, Eletroneuromiografia e Doppler Transcraniano.

Novidades

O exame de eletroneuromiografia foi implantando este mês no HMT. Trata-se de um método de estudo neurofisiológico, utilizado para avaliar todo o sistema nervoso periférico, incluindo as regiões que envolvem a medula, nervos periféricos e músculos por meio de estímulos elétricos nos nervos dos membros superiores, inferiores e da face. Dr. Rodrigo Santiago conta que através do exame é possível identificar uma grande variedade de enfermidades, tais como: doenças musculares, compressões dos nervos periféricos, lesões de raízes nervosas, dentre outras.

Recentemente, o Hospital adquiriu um software de inteligência artificial utilizado em grandes centros de saúde do mundo, o Rapid. De acordo com o Neurologista do Hospital Madre Teresa, Dr. Fidel Meira, o software permite identificar de forma rápida e assertiva, por meio das imagens, as áreas afetadas com possibilidade de recuperação. “Assim o médico tem condição de escolher entre o tratamento com a medicação venosa ou a trombectomia mecânica (um procedimento para remover o trombo que está obstruindo a artéria)”, explica.




25 ANOS DO SERVIÇO DE NEUROLOGIA DO HOSPITAL MADRE TERESA

Publicado em: 24/6/2020

 

A equipe destaca-se entre uma das mais antigas e sólidas de Belo Horizonte, sendo composta por neurologistas com formação em diversas subespecialidades.

Membros da equipe de Neurologia do Hospital Madre Teresa.

Inaugurada em 1995, a Clínica de Neurologia do Hospital Madre Teresa (HMT) tornou-se referência em Minas Gerais no tratamento de doenças e transtornos do sistema nervoso central e periférico.

Ao longo desses 25 anos, a equipe construiu um trabalho sólido com condutas coesas e alinhadas entre os médicos, a partir da adoção das melhores práticas e protocolos assistenciais. De acordo com o coordenador da Neurologia do HMT, Dr. Rodrigo Santiago Gomez é característica do serviço o estimulo à atualização continua dos seus membros. “Isso se reflete diretamente na entrega de melhores resultados para o paciente”, conta.

A equipe é composta por 16 neurologistas credenciados pela Academia Brasileira de Neurologia, que atuam em diversas subespecialidades neurológicas. Essa formação diferenciada consagrou o serviço como referência no tratamento das seguintes doenças: acidente vascular cerebral (AVC), Alzheimer, cefaleias, distúrbios dos movimento (como Parkinson), doenças neuromusculares (como esclerose lateral amiotrófica), entre outras.

Os neurologistas do Hospital Madre Teresa atuam 24 horas no serviço de urgência e emergência e, também, atendem em caráter eletivo nos diversos consultórios de segunda a sexta-feira. Além disso são realizados pela própria equipe os exames de Eletroencefalograma, Eletroneuromiografia e Doppler Transcraniano.

Novidades

O exame de eletroneuromiografia foi implantando este mês no HMT. Trata-se de um método de estudo neurofisiológico, utilizado para avaliar todo o sistema nervoso periférico, incluindo as regiões que envolvem a medula, nervos periféricos e músculos por meio de estímulos elétricos nos nervos dos membros superiores, inferiores e da face. Dr. Rodrigo Santiago conta que através do exame é possível identificar uma grande variedade de enfermidades, tais como: doenças musculares, compressões dos nervos periféricos, lesões de raízes nervosas, dentre outras.

Recentemente, o Hospital adquiriu um software de inteligência artificial utilizado em grandes centros de saúde do mundo, o Rapid. De acordo com o Neurologista do Hospital Madre Teresa, Dr. Fidel Meira, o software permite identificar de forma rápida e assertiva, por meio das imagens, as áreas afetadas com possibilidade de recuperação. “Assim o médico tem condição de escolher entre o tratamento com a medicação venosa ou a trombectomia mecânica (um procedimento para remover o trombo que está obstruindo a artéria)”, explica.