COORDENADOR DO SERVIÇO DE ARRITMIAS E ELETROFISIOLOGIA DO HOSPITAL MADRE TERESA TEM RELEVANTE ARTIGO PUBLICADO

Publicado em: 14/1/2021

O cardiologista e coordenador do Serviço de Arritmias e Eletrofisiologia do HMT, Dr. Mitermayer Reis Brito, teve o seu artigo publicado no Jornal da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas – SOBRAC. Com o tema: “Ponto de vista: As Cinco Ondas (Malignas) Da Eletrocardiografia” o artigo é um novo conceito, na opinião do autor, sobre as diferentes ondas do eletrocardiograma (ECG). 

Segundo o cardiologista, as ondas eletrocardiográficas possuem um caráter genético importante, uma vez que pais, filhos e familiares de primeiro grau de pacientes com anormalidades eletrocardiográficas, podem no futuro, apresentá-las. Por essa razão, o médico esclarece a importância de reconhecê-las no exame de ECG e na condução clínica destes pacientes para prevenir eventos fatais como, por exemplo, a morte súbita cardíaca, 

De acordo com o Dr. Mitermayer Reis, a importância da abordagem está na necessidade de apresentar as principais características do eletrocardiograma. “A ideia é nortear os acadêmicos, médicos e residentes sobre como interpretar o eletrocardiograma, principalmente no complexo QRS e segmento ST/T, de uma maneira mais sistemática e didática, sempre com o objetivo de afastar as principais alterações malignas”, explica.

 
O médico também é autor da obra “Desmistificando o eletrocardiograma”, lançado em 2018. 

O artigo pode ser acessado na íntegra pelo link: https://sobrac.org/home/wp-content/uploads/2021/01/Jornal-SOBRAC-49-OK.pdf




COORDENADOR DO SERVIÇO DE ARRITMIAS E ELETROFISIOLOGIA DO HOSPITAL MADRE TERESA TEM RELEVANTE ARTIGO PUBLICADO

Publicado em: 14/1/2021

O cardiologista e coordenador do Serviço de Arritmias e Eletrofisiologia do HMT, Dr. Mitermayer Reis Brito, teve o seu artigo publicado no Jornal da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas – SOBRAC. Com o tema: “Ponto de vista: As Cinco Ondas (Malignas) Da Eletrocardiografia” o artigo é um novo conceito, na opinião do autor, sobre as diferentes ondas do eletrocardiograma (ECG). 

Segundo o cardiologista, as ondas eletrocardiográficas possuem um caráter genético importante, uma vez que pais, filhos e familiares de primeiro grau de pacientes com anormalidades eletrocardiográficas, podem no futuro, apresentá-las. Por essa razão, o médico esclarece a importância de reconhecê-las no exame de ECG e na condução clínica destes pacientes para prevenir eventos fatais como, por exemplo, a morte súbita cardíaca, 

De acordo com o Dr. Mitermayer Reis, a importância da abordagem está na necessidade de apresentar as principais características do eletrocardiograma. “A ideia é nortear os acadêmicos, médicos e residentes sobre como interpretar o eletrocardiograma, principalmente no complexo QRS e segmento ST/T, de uma maneira mais sistemática e didática, sempre com o objetivo de afastar as principais alterações malignas”, explica.

 
O médico também é autor da obra “Desmistificando o eletrocardiograma”, lançado em 2018. 

O artigo pode ser acessado na íntegra pelo link: https://sobrac.org/home/wp-content/uploads/2021/01/Jornal-SOBRAC-49-OK.pdf