O que é?

Pesquisa Clínica, ensaio clínico ou estudo clínico são os termos utilizados para denominar um processo de investigação científica envolvendo seres humanos. Segundo a Agência Europeia de Medicamentos (European Medicines Agency -EMEA), trata-se de qualquer investigação em seres humanos, com objetivo de descobrir ou verificar os efeitos farmacodinâmicos, farmacológicos, clínicos e/ou outros efeitos de produto (s), e/ou, ainda, identificar suas reações adversas, visando a segurança com o objetivo de averiguar sua segurança e/ou eficácia.

Quem somos

O Hospital Madre Teresa se destaca pela excelência e pioneirismo na saúde. Como parte disso, participa da condução de inúmeras pesquisas multicêntricas, multinacionais realizadas em conjunto e patrocinadas pela indústria farmacêutica. É nosso papel coordenar o recrutamento de pacientes e conduzir os ensaios clínicos na instituição. O nosso intuito principal é beneficiar nossos pacientes, facilitando o acesso a novos procedimentos e/ou medicamentos com potenciais benéficos à saúde.

Projetos de pesquisa

A Unidade de Pesquisa Clínica (UPC) oferece infraestrutura física, organizacional e de recursos humanos para a condução de estudos clínicos multicêntricos nacionais e internacionais em diversas especialidades. Além disso, contamos com pesquisadores experientes na condução de estudos fase II, III e IV, atentos às Boas Práticas Clínicas e outras diretrizes nacionais e internacionais estabelecidas para a prática em pesquisa.

Estudos em andamento

Selecione pelo status do recrutamento:

Recrutamento em Aberto

1 – AEGIS-II: Estudo de fase 3, multicêntrico, duplo-cego, randomizado, controlado por placebo e de grupo paralelo para investigar a eficácia e segurança do CSL112 em pacientes com Síndrome Coronária Aguda

2 – SELECT: Estudo de Fase 3, multicêntrico, randomizado, duplo-cego, controlado com placebo, de grupos paralelos, grupos sequenciais, adaptativo, com um período de extensão aberta, para avaliar a eficácia e a segurança de selexipague em adição ao tratamento padrão em participantes da pesquisa com Hipertensão Pulmonar Tromboembólica Crônica inoperável ou persistente/recorrente após tratamento cirúrgico e/ou intervencional.

3 – A DUE: Estudo clínico de Fase 3 prospectivo, multicêntrico, duplo-cego, randomizado, controlado por ativo, triplo-mascarado, de grupos paralelos, de grupos sequenciais, adaptativo, para comparar a eficácia e a segurança das monoterapias com macitentana e tadalafila à associação de dose fixa correspondente em participantes de pesquisa com hipertensão arterial pulmonar (HAP), seguidas de um período de tratamento aberto com terapia de associação de dose fixa com macitentana e tadalafila.

Recrutamento Encerrado

1 – ETHICHS: Estudo randomizado, exploratório, aberto, fase IV, com desfecho cego (PROBE design), multicêntrico e prospectivo para avaliar comparativamente o efeito da adição de esmolol no esquema terapêutico vigente utilizado para o tratamento de Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico.

2 – PULSAR: Um Estudo Fase 2, Duplo-Cego, Controlado por Placebo, Randomizado para Comparar a Eficácia e Segurança do Sotatercept (ACE-011) Comparado ao Placebo Quando Adicionado ao Tratamento Padrão da Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP)

3 – REPLACE: Estudo aberto, prospectivo, randomizado, internacional, multicêntrico, de dois grupos e controlado de riociguat em pacientes com hipertensão arterial pulmonar (HAP) que estejam recebendo dose estável de inibidores da fosfodiesterase-5 (PDE-5i) com ou sem antagonista do receptor da endotelina (ERA) mas não tenham alcançado a meta terapêutica.

4 – ROR-HP-301: Estudo de fase 3 de extensão aberta (OLE) para avaliar a segurança e eficácia em longo prazo do ralinepague em participantes com hipertensão arterial pulmonar (HAP) de grupo 1 segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS)

5 – AEGEAN: Estudo de Fase III, Duplo-Cego, Controlado por Placebo, Multicêntrico, Internacional de Durvalumabe Neoadjuvante/Adjuvante para o Tratamento de Participantes da Pesquisa com Câncer de Pulmão de Não Pequenas Células Ressecável de Estágios II e III (AEGEAN)

Pesquisa Clínica