Curso de cirurgia robótica é ministrado no Hospital Madre Teresa

Aulas foram voltadas para enfermeiros, técnicos de enfermagem e instrumentadores cirúrgicos

No dia 13 de abril, sábado, foi realizado no Centro de Desenvolvimento de Ensino e Pesquisa (CDEP) do Hospital Madre Teresa, o “Curso de Cirurgia Robótica na Prática” comandado pela enfermeira robótica Gisele Jünger.

O curso, também ministrado por outros profissionais que são referência na área, foi voltado para enfermeiros, técnicos de enfermagem e instrumentadores cirúrgicos. Segundo Gisele, o objetivo foi retratar um panorama geral do que é necessário ter em uma sala de cirurgia como os principais equipamentos, montagem da sala e insumos de trabalho como pinças, câmeras do sistema e os fios farpados, que são fios especiais utilizados na técnica robótica.

Foram 15 alunas participantes que puderam conhecer a estrutura de duas tecnologias muito utilizadas: o sistema robótico Da Vinci e o sistema Versus. “Foi a primeira vez que as alunas tiveram contato com os materiais e os robôs, então tivemos um feedback muito positivo. Alcançamos nosso objetivo de proporcionar um curso diferenciado no mercado, com uma experiência única e enriquecedora”, comenta a enfermeira.

Diferenciais da cirurgia robótica

A cirurgia robótica oferece diversas vantagens tanto para o paciente, quanto para o cirurgião como, por exemplo, a imagem 3D, o alto contraste de cores, o aumento da imagem em 10 vezes, o filtro de tremor e o fato de o cirurgião poder operar sentado, o que proporciona comodidade ergonômica e melhores resultados. “O cirurgião descansado oferece mais qualidade na sua cirurgia”, afirma Gisele. Já para o paciente, é possível uma recuperação mais rápida, menos tempo de cicatrização e de internação.

As principais cirurgias realizadas, com o robô Da Vinci especificamente são: prostatectomia (retirada da próstata), nefrectomia (retirada parcial ou integral do rim), bem como cirurgias ginecológicas, torácicas e coloproctológicas.

Gisele também enfatiza a importância da enfermagem nesse tipo de procedimento. “A equipe tem um grande papel no programa da cirurgia, a qual cada profissional desempenha um papel. Temos o coordenador, o enfermeiro e o técnico. O técnico ajuda na montagem da sala, no posicionamento do paciente. Já o enfermeiro faz o check-list, a montagem do robô. O coordenador tem o papel de fazer o controle do estoque de materiais, compra de insumos, protocolos”, completa.

Sobre a palestrante

Gisele Jünger é enfermeira há 13 anos e tem 8 anos de experiência em cirurgia robótica, com pós-graduação pelo hospital Israelita Albert Eistein, em São Paulo. Durante 6 anos, foi coordenadora do centro cirúrgico do Hospital Universitário Ciências Médicas em Belo Horizonte. Implantou o programa do curso “Curso de Cirurgia Robótica na Prática” pela primeira vez em 2016 e hoje já está implantando o 9º programa.

Entenda o robô Da Vinci

O robô Da Vinci, com seus braços robóticos altamente articulados e câmera de alta definição, permite que os cirurgiões realizem procedimentos com precisão inigualável. Além disso, oferece uma visão tridimensional nítida e magnificada da área de operação, tornando cada movimento cirúrgico seguro e eficaz.

Com esta tecnologia, o HMT reafirma seu compromisso com a excelência no atendimento ao paciente e com a adoção contínua das mais recentes inovações em medicina. Com o Da Vinci, o futuro da cirurgia está mais nítido do que nunca e pacientes de todo Brasil podem esperar um atendimento médico ainda mais avançado.

“Planejamos continuar expandindo o uso dessa tecnologia revolucionária em nosso compromisso contínuo com o avanço da medicina”, comenta a Diretora Geral, Ir. Neusa Palhão.

Agendamento de consultas e exames

Agende sua consulta e exame com um de nossos especialistas (31) 3339 8455/8000. Você também pode realizar o agendamento pelo site: www. hospitalmadreteresa.org.br

HOSPITAL MADRE TERESA PROMOVE 2º SIMPÓSIO CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR

Evento abordou temas relevantes da área e contou com a presença de médicos de várias partes do Brasil

Foi realizado no Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa do HMT (CDEP), o II Simpósio de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular do Hospital Madre Teresa. O evento teve como tema “O papel das novas tecnologias nas cardiopatias complexas” e contou com a presença de quase 200 participantes entre médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde de outras áreas.

Nas dezoito aulas ministradas, foram discutidos diversos temas fundamentais da medicina cardiovascular de alta complexidade como as cardiopatias estruturais, intervenções percutâneas da valva mitral e as inovações para abordagem das cardiopatias complexas. A novidade este ano foi uma sessão dedicada ao tratamento da hipertensão pulmonar e do tromboembolismo pulmonar, condições as quais o Madre Teresa é uma referência nacional.

O Coordenador Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HMT Dr. Marcos Marino, evidenciou a importância dos assuntos abordados, bem como a expertise do Hospital Madre Teresa nos tratamentos. “O evento foi um sucesso e foi muito importante o encontro com os ex-residentes da Instituição. Os assuntos foram tratados em mais alto nível e tivemos um dia completo de atividades científicas com interação de todos os colegas. Já temos data programada para o próximo, que será em abril de 2025”, afirma.

O Simpósio contou com um grande número de convidados externos como o Dr. Adriano Caixeta, da Escola Paulista de Medicina, Dr. Marden Tebet, do Hospital e Maternidade Brasil (SP), Dr. Túlio Leite, do Instituto do Coração do Triângulo Mineiro, Dr. Said Assaf Neto, presidente de intervenções extra-cardíacas da SBHCI e o Dr. Antônio Bahia, vice-presidente da Sociedade Mineira de Cardiologia.

“Foi uma oportunidade ímpar de aproximação entre a equipe da Cardiologia, Hemodinâmica e Arritmologia do HMT. Como residente, foi muito bom conhecer colegas mais experientes e gratificante a troca de conhecimentos e de demandas. Foi uma experiência que, com certeza, vai agregar à qualidade assistencial dos nossos pacientes”, afirma Jéssica de Paula, residente da Hemodinâmica do HMT.

O Dr. Bruno Nascimento, membro da equipe da Hemodinâmica e da Cardiologia Intervencionista do HMT, afirma que o Simpósio tem se tornado um marco do Departamento de Cardiologia do Hospital Madre Teresa. “O evento tem papel importante para o Departamento de Cardiologia como forma de promover a disseminação do conhecimento científico para o corpo clínico, residentes e comunidade médica, além de ser estratégia para disseminar as ações do Hospital Madre Teresa no sentido da assistência de ponta, vocação pela inovação e, acima de tudo, a abordagem humanizada e centrada nos resultados para o paciente”, conclui.

Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HMT

O Departamento de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Hospital Madre Teresa, coordenado pelo Dr. Marcos Marino, é formado por renomados cardiologistas intervencionistas, eletrofisiologistas e neuroradiologistas. O serviço iniciou suas atividades na década de 90 e, desde então, tem alcançado expressivo progresso no tratamento endovascular de diversas cardiopatias e tratamento do Acidente Vascular Cerebral (AVC). A especialidade é responsável por realizar diversos procedimentos, tais como: cateterismos cardíacos, infarto agudo do miocárdio, angioplastias coronarianas, carotídeas e de ramo intracraniano, estudos eletrofisiológicos, implante de stents cardíaco e intracraniano, angiografias, embolizações, trombectomia. Nesse contexto, é possível destacar o implante de prótese valvar aórtica (TAVI), procedimento pelo qual o Hospital é pioneiro no estado de Minas Gerais e referência nacional com seu Heart Team.  Em 2020, o Hospital Madre Teresa inaugurou a nova sala de Hemodinâmica, espaço que conta com tecnologia de ponta do equipamento Azurion 7 e do avançado software Clarity. A tecnologia permite realizar os procedimentos intervencionistas com mais precisão e agilidade, além de promover a diminuição no tempo do exame em até 20%, reduzir a dose de radiação e contraste em até 85%, tanto para paciente quanto para a equipe.

Hospital Madre Teresa promove campanha de prevenção contra a dengue

De forma lúdica, colaboradores percorreram os corredores do Hospital com o objetivo de orientar os colegas sobre como evitar o avanço da doença

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) realizaram a Campanha de Prevenção Contra a Dengue no Hospital Madre Teresa (HMT), para mobilizar as pessoas sobre a importância de atitudes adequadas na eliminação do foco do mosquito.

Um grupo animado de colaboradores realizou a ação pelos setores do Hospital de forma divertida em formato de reportagem. Foram eles: Lidiane Vieira (Núcleo de Segurança do Paciente), que interpretou a repórter; Wendell Almeida (SESMT) e Hiran Peres (SESMT), que interpretaram os operadores de câmera; Tatiana Aparecida (Enfermeira SESMT) e Suely Caldeira (SESMT) no apoio, e os grandes protagonistas Ronaldo Amaro da Silva (Setor de Obras) e Aline de Oliveira (Higienização), que se fantasiaram de Aedes aegypti – o mosquito transmissor da dengue.

Durante a atuação, colaboradores e médicos de todos os setores do Hospital foram “entrevistados” com perguntas sobre adoção de medidas preventivas para combater a dengue e receberam orientações sobre como evitar o avanço da doença. Ao final de cada visita, todos receberam panfletos da Prefeitura de Belo Horizonte com dicas e instruções.

“Tivemos essa ideia para levar informação e tirar dúvidas dos nossos colaboradores sobre a doença e o resultado foi muito positivo, pois todos se empenharam muito e conseguimos alcançar esse objetivo de forma lúdica e divertida”, afirma a supervisora do SESMT Tatiana Aparecida.

Ao final da ronda nos corredores, as equipes da cozinha e de obras prepararam barraquinhas para a distribuir para os colaboradores o chá de pariri, bebida feita dessa planta medicinal que tem propriedades anti-inflamatórias e que contribui para a boa imunidade. A distribuição foi entre os dias 29 de fevereiro e 2 de março pela colaboradora Célia Maria Otani (SESMT).

“Já fizemos outras campanhas com a distribuição de chás, mas para essa campanha da dengue quisemos trazer essa novidade e foi um sucesso”, finaliza a supervisora do SESMT Tatiana Aparecida.

Veja abaixo algumas dicas para eliminar todos os possíveis criadouros do mosquito:

1 – Retire pratinhos de vasos de plantas;

2 – Latinhas, embalagens plásticas e de vidro, material descartável em geral (copo, etc.): coloque tudo em saco plástico e feche bem. Mantenha sempre a lixeira tampada e sempre ponha o lixo para recolhimento da Limpeza Urbana;

3 – Caixa d’água, cisterna e poço: mantenha-os sempre bem fechados;

4 – Calha: confira sempre se ela está entupida e remova folhas e outros materiais que possam impedir o escoamento d’água;

5 – Pneus: entregue-os ao serviço de Limpeza Urbana. Caso precise mantê-lo, guarde-o em local coberto;

6 – Piscina: trate a água com cloro e limpe a piscina uma vez por semana;

7 – Vaso sanitário: deixe a tampa sempre fechada. Dê descarga uma vez por semana em banheiro sem uso;

8– Quintal: mantenha o seu quintal sempre limpo e livre de qualquer material que possa se tornar um foco da dengue (sacos plásticos, tampas de garrafa, cascas de ovos e embalagens em geral);

9 – Bandeja externa de geladeira e ar-condicionado: retire sempre a água e lave-a com água e sabão;

10 – Garrafas PET e de vidro: se não for usá-las, coloque-as em um saco plástico para recolhimento da Limpeza Urbana. Caso for utilizá-las, mantenha-as em local coberto, secas e sempre de boca para baixo;

11 – Materiais em uso e que possam acumular água: seque todos e guarde-os em local aberto.

HOSPITAL MADRE TERESA É REFERENCIADO INTERNACIONALMENTE COMO UM DOS MELHORES HOSPITAIS DO BRASIL

O objetivo deste estudo é fornecer uma comparação baseada em dados da reputação e desempenho do hospital entre os países

O reconhecimento do Hospital Madre Teresa – HMT como um dos melhores hospitais do Brasil pela revista norte-americana Newsweek é um testemunho do compromisso incessante da instituição com a excelência em cuidados de saúde. Desde sua fundação, o hospital tem se destacado não apenas pela qualidade técnica de seus serviços médicos, mas também pelo atendimento humanizado e empatia dedicados a cada paciente.

Neste ano, a pontuação foi baseada em uma pesquisa on-line com mais de 85 mil especialistas médicos e também em dados públicos de pesquisas de satisfação de pacientes pós-hospitalizados. O score também considera métricas sobre higiene e proporção paciente/médico, bem como uma pesquisa sobre se as instituições utilizam medidas de resultados advindos de relatos dos pacientes (PROMs) – questionários padronizados preenchidos pelos pacientes para avaliar sua experiência e resultados.

“A dedicação do Hospital Madre Teresa em servir sua comunidade vai além do espaço físico da instituição. O Hospital busca não apenas tratar doenças, mas também promover o bem-estar de seus pacientes. Esse compromisso com a saúde pública e com a melhoria contínua solidifica sua posição como um dos líderes no setor, sendo como um farol de esperança e cuidado em um cenário desafiador’ comenta a Diretora Geral do Hospital Madre Teresa, Ir. Neusa Palhão.

Compromisso

Além de oferecer uma ampla gama de especialidades médicas, procedimentos cirúrgicos, tecnologia de ponta e investimento massivo em sua infraestrutura o Hospital Madre Teresa é reconhecido por sua abordagem personalizada no tratamento de cada indivíduo. Com uma equipe multidisciplinar altamente capacitada e tecnologia de ponta, o Hospital Madre Teresa se destaca pelo cuidado, proporcionando um ambiente onde o paciente está sempre em primeiro lugar. Essa atenção aos aspectos humanos e sociais da saúde é apenas um dos pilares que solidificam a reputação do Madre Teresa como um dos melhores hospitais do país.

Certificações de Qualidade

Entre os reconhecimentos do HMT estão a acreditação Qmentum Global Alliance (QGA), conferida pela Accreditation Canada e pelo Instituto Qualisa de Gestão (IQG), a acreditação com excelência nível 3 da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Também possui honrarias: o Selo de Excelência da Unimed-BH e o prêmio destaque na Melhor Experiência do Cliente incluindo, neste ano: 1º lugar na modalidade de internação; 2º lugar na modalidade de Pronto Atendimento.

Hospital Madre Teresa é condecorado em primeiro lugar na Categoria Internação a partir da experiência dos seus próprios pacientes

A condecoração máxima foi recebida pelo prêmio Selo de Excelência Unimed BH e reflete a qualidade dos serviços

O Hospital Madre Teresa foi premiado em 1º lugar na modalidade Internação, no Prêmio Experiência do Paciente da 7ª edição do Selo de Excelência Unimed BH. O reconhecimento possui como base o NPS (Net Promoter Score), uma importante ferramenta que reflete a qualidade dos serviços a partir da avaliação dos próprios pacientes.

De acordo com a gerente de enfermagem da instituição Elisângela Brunetti, esse reconhecimento reflete todo o trabalho que a equipe multidisciplinar desenvolve em toda jornada da internação. “Aqui no HMT nós não cuidamos só da doença, mas também do paciente. É o que nós chamamos de uma visão holística e multidisciplinar, tendo o paciente sempre no centro do cuidado, levando para ele não só o tratamento clínico, mas também o atendimento de todas as suas necessidades sociais e de acolhimento”, afirma.

Além da assistência completa, a gerente de enfermagem também ressalta a estrutura de alta complexidade da internação do HMT que conta com um centro cirúrgico equipado com tecnologia de tratamento e diagnóstico avançados e que é referência entre os melhores hospitais do Brasil.  

Agregada à essa tecnologia e ao atendimento clínico, o Hospital Madre Teresa também conta com acomodações modernas e, principalmente, uma equipe multidisciplinar que vai desde o atendimento médico, passando pela enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e serviços de apoio como nutrição e hotelaria.

Em 2024, junto à já existente moderna infraestrutura, o HMT contará com uma nova unidade de internação com um serviço de hotelaria mais sofisticado para aprimorar ainda mais a experiência do paciente.

“Todos contribuem para que seja realizado o melhor atendimento e que englobe as necessidades. Então, o selo da Unimed refletiu a experiência do paciente e a satisfação em relação aos nossos serviços. Recebemos esse título com muita felicidade e honra”, completa Elisângela Brunetti.

Por meio dessa condecoração, o HMT reafirma seu compromisso de proporcionar cuidados de saúde excepcionais. Este marco destaca não apenas a eficiência operacional, mas também o foco contínuo na experiência e no bem-estar do paciente, reforçando a posição do Hospital Madre Teresa como uma referência na área da saúde.

Mais de 40 anos de tradição

A trajetória do Hospital Madre Teresa é marcada pelo ideal de amor e cuidado ao próximo com foco na prestação de assistência integral à saúde, levando em consideração não apenas os conhecimentos técnicos, mas também o cuidado humanizado e espiritual.

Por mais de 40 anos, o hospital vem se consolidando como referência em tratamentos de alta complexidade e conta com um Corpo Clínico de excelência formado por mais de 600 médicos efetivos especialistas em cardiologia, cirurgia cardiovascular, cirurgia geral, cirurgia robótica, ortopedia, neurocirurgia e mais de 35 outras áreas de atuação, sempre na vanguarda em tecnologia e desenvolvimento de técnicas médicas, sendo destaque em congressos e seminários nacionais e internacionais.

HOSPITAL MADRE TERESA INAUGURA NOVOS LEITOS EM SEU SETOR DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Nesses 41 anos de história, o Hospital Madre Teresa (HMT) tem investido continuamente em tecnologia de ponta, estrutura física e profissionais altamente qualificados.

Pensando nisso e em garantir mais conforto e segurança aos seus pacientes, o HMT dá um importante passo em sua missão de atendimento integral à comunidade ao anunciar a expansão e criação de oito novos quartos para seu serviço de atendimento 24 horas, além do aumento do quadro de colaboradores atuantes no Pronto Atendimento. Essa melhoria reflete o compromisso contínuo da instituição em fornecer cuidados de qualidade em um ambiente cada vez mais confortável e acolhedor.

Com a adição desses quartos destinados a internação dos pacientes atendidos pelo serviço, o Hospital Madre Teresa fortalece sua capacidade de atender às necessidades emergentes da população, garantindo acesso rápido e eficiente a cuidados médicos essenciais a qualquer hora do dia ou da noite.

Os novos quartos foram cuidadosamente projetados para oferecer conforto e segurança aos pacientes e suas famílias. Equipados com tecnologia de ponta, recursos modernos e mobiliário aconchegante, esses espaços foram concebidos para promover o bem-estar e a recuperação dos pacientes, ao mesmo tempo em que garantem um ambiente ideal para a atuação da equipe médica.

Na manhã da última sexta-feira, 16, Irmãs, diretores e colaboradores do Hospital se reuniram ao Frei Humberto para abençoar e inaugurar a nova ala, esta que foi enfeitada com uma fita vermelha para representar, simbolicamente, esse significativo marco. 

“A inauguração desses quartos reafirma o compromisso da Instituição em sempre proporcionar cuidados de excelência e focados no paciente. Nossa intenção é trabalhar cada vez mais na promoção das melhorias contínuas. ”, comenta a Diretora Geral do Hospital Madre Teresa, Ir. Neusa Palhão.

Estrutura

O Atendimento 24 do HMT, é direcionado a atendimentos de urgência e emergência e atualmente atende as especialidades de Cardiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ortopedia e Neurologia.

A estrutura física é composta por salas de classificação de risco, medicação, urgência, pequenos procedimentos, raio x, consultórios, farmácia, além de 22 leitos de observação.

Após criteriosa avaliação, Hospital Madre Teresa recebe recertificação ONA nível 3

A auditoria aconteceu entre os dias 9 e 11 de janeiro

Neste mês de janeiro, o Hospital Madre Teresa recebeu a visita dos avaliadores do IQG (Instituto Qualisa de Gestão) e conquistou a recertificação ONA nível 3, nível máximo de excelência e qualidade na prestação de serviços de saúde. O relatório foi apresentado online no auditório do Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa (CDEP) com muito entusiasmo da Diretoria, colaboradores e médicos.

A Diretoria do Hospital Madre Teresa agradece a todos que se dedicam diariamente para oferecer um serviço primoroso e humanizado. “Estamos muito felizes com mais essa vitória. Sermos recertificados é a confirmação da nossa busca constante pela excelência nos serviços prestados aos nossos pacientes. Seguiremos focados no propósito de sempre oferecer humanização, qualidade e segurança à toda comunidade.”, comenta a Diretora Geral Ir. Neusa Palhão.

Sobre a Acreditação ONA

A ONA (Organização Nacional de Acreditação) é reconhecida internacionalmente e define padrões que organizações de saúde devem cumprir para obter acreditação. A acreditação tem o objetivo de promover a qualidade e segurança na assistência por meio de padrões e requisitos preestabelecidos como aspectos estruturais e assistenciais, gestão integrada, comunicação, entre outros processos.

O Nível 3 – Acreditado com Excelência – é o nível mais alto de acreditação, o qual a organização cumpre os três princípios fundamentais: segurança, gestão integrada e excelência em gestão.

Pronto atendimento do Hospital Madre Teresa recebe importante reconhecimento da Unimed-BH

Resultado reflete a qualidade dos serviços a partir da avaliação dos próprios clientes

O pronto atendimento do Hospital Madre Teresa foi premiado na 7ª edição do Selo de Excelência Unimed BH 2023 com a condecoração no Prêmio Experiência do Paciente, no qual alcançou o 2º lugar na modalidade de Pronto Atendimento. O reconhecimento possui como base o NPS (Net Promoter Score), uma importante ferramenta que reflete a qualidade dos serviços a partir da avaliação dos próprios clientes.

De acordo com a coordenadora médica do pronto atendimento Dra. Cíntia Gontijo, é o reconhecimento de um trabalho realizado nos últimos anos e este se deve muito ao comprometimento da equipe como um todo, mas também ao esforço da Diretoria do HMT em apostar no projeto de aprimorar a qualidade, agilidade e a resolutividade no atendimento com mudanças tanto na logística do corpo clínico, quanto na estrutura do espaço.

“Trouxemos mais médicos voltados para pacientes mais críticos. Dessa forma foi possível otimizar o atendimento.”, afirma. Outro fator que também contribui para a excelência e ganho do reconhecimento é a equipe multiprofissional com diferentes especialistas que atendem 24 horas, como clínicos, cirurgiões gerais, ortopedistas e neurologistas.

A enfermeira coordenadora Carolina Viana também conta que, ainda com todos os desafios vividos diariamente, ficou muito feliz com o reconhecimento. “Estamos vivendo um momento no atendimento 24 horas que nunca vivemos. Foi um resultado importante para que equipe continue motivada a prestar a melhor assistência. Tivemos elogios de pessoas que estavam nos quartos e quiseram agradecer também a equipe do atendimento 24 horas. Então você vê que os pacientes reconhecem”, afirma.

Por meio desse reconhecimento, o HMT reafirma seu compromisso de proporcionar cuidados de saúde excepcionais. Este marco destaca não apenas a eficiência operacional, mas também o foco contínuo na experiência e no bem-estar do paciente, reforçando a posição do Hospital Madre Teresa como uma referência na área da saúde.

Conheça o serviço de atendimento 24 horas do Hospital Madre Teresa

Há mais de 40 anos o Hospital Madre Teresa (HMT) é referência em atendimento humanizado e de alta qualidade. Isso porque a Instituição possui tecnologia de ponta, moderna estrutura física, conforto e segurança, além de profissionais altamente qualificados que garantem a excelência no atendimento 24 horas. O serviço é direcionado à assistência de urgência e emergência nas áreas de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ortopedia e Neurologia.

A estrutura física é composta por salas de classificação de risco, medicação, urgência, pequenos procedimentos, raios-x, consultórios, farmácia, além de leitos de observação e uma qualificada equipe de Enfermagem.

O Diretor Administrativo do Hospital Madre Teresa Marcos Vete, explica que o atendimento 24 horas já está em obras e em breve contará com ampliações das instalações, “estamos trabalhando para que o nosso paciente seja cada vez mais bem recebido. Nossa Instituição está sempre em busca de qualidade, inovação e segurança assistencial”.

Jornalista Nalu Saad realiza palestra sobre depressão infantojuvenil no HMT

O evento faz parte da campanha promovida pelo hospital “Janeiro Branco: saúde mental enquanto há tempo”

Como parte da campanha Janeiro Branco, nos dias 16 e 17 de janeiro, o HMT recebeu a jornalista Nalu Saad no Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa (CDEP) para apresentação da palestra “Transtornos emocionais: estar atento aos sinais pode salvar vidas”.

A palestrante contou sobre sua experiência com a depressão infantojuvenil e, juntamente com a filha, que também estava presente, comoveu os colaboradores com a sua história de superação. Ressaltou ainda que a doença que deve ser levada a sério e que, depois de sua vivência, sente que é sua missão passar essa mensagem para as pessoas e a incentivá-las a não terem medo, antes que seja tarde demais.

Além disso, abordou a importância do diálogo com os filhos e de nos despirmos do preconceito com a doença que acomete, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 8% das crianças brasileiras entre 6 e 12 anos.

Ao final da palestra, todos puderam fazer perguntas, tirar dúvidas, refletir sobre o tema e se informar sobre as melhores formas de abordar o assunto com crianças e adolescentes.

O HMT reforça a sua preocupação com o bem-estar de seus colaboradores e familiares, afinal, para nós, saúde mental faz parte da nossa cultura de saúde integrada humanizada.

O que é a campanha Janeiro Branco?

Idealizada em 2014 por um grupo de psicólogos e psicólogas de Uberlândia (MG), a campanha Janeiro Branco surgiu como uma resposta à grande necessidade de uma conscientização mais ativa no que se refere à saúde mental, em uma época em que os números de suicídios e doenças como depressão e ansiedade têm crescido de forma exponencial em todo o mundo. Seu objetivo é criar a cultura de cuidado emocional através de informações e apoio para indivíduos, famílias, instituições e comunidades.

E por que Janeiro Branco?

Por ser o primeiro mês do ano, terapêutico por natureza, é o momento em que as pessoas fazem reflexões mais profundas, avaliam suas vidas, objetivos, relacionamentos e ficam propensas à novos projetos e recomeços. É uma maneira de começar um novo ciclo e um convite a mudar e projetar novos sonhos.

Sobre a palestrante

Nalu Saad é jornalista e coordenadora da Rede Record Minas, escritora, palestrante e ativista da saúde mental infantojuvenil. É autora dos livros infantis “Esquadrão dos anjos”, “O baú dos tesouros da vovó” e “Biel: a jornada para a cura”.

PEQUENAS MISSIONÁRIAS DE MARIA IMACULADA COMEMORAM 75 ANOS DE CHEGADA A BELO HORIZONTE

Irmãs chegaram em janeiro de 1949 com corações transbordantes de boa vontade e alegria

Janeiro é um mês muito especial para as Pequenas Missionárias de Maria Imaculada por completarem 75 anos de chegada à Belo Horizonte. Lideradas por Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico, as religiosas assumiram a gestão do até então, antigo Sanatório Marques Lisboa, em 6 de janeiro de 1949.

Ao longo dos anos e com visão estratégica de futuro, as religiosas promoveram a transformação do espaço que antes era dedicado ao tratamento da tuberculose em um hospital geral de alta complexidade – o Hospital Madre Teresa. O desafio dessa transição combinou coragem, empreendedorismo e vocação missionária, o que fizeram do HMT um dos principais hospitais do Brasil.

Missão

Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico chegou a Belo Horizonte no fim da década de 40, aceitando um convite do então arcebispo metropolitano, Dom Antônio dos Santos Cabral. No entanto, a religiosa enfrentou grandes dificuldades com o cenário de organização e limpeza encontrado no antigo Sanatório Marques Lisboa.

Percorrendo as dependências do Sanatório, as Irmãs concluíram que não seria possível, assumirem tamanho desafio. Foi quando Madre Teresa avistou, ao final do corredor, uma luzinha brilhando e, ao aproximar-se dela encontrou Jesus no Santíssimo Sacramento. Então, a Madre disse: “Se Jesus está aqui, nós também podemos ficar”.

Dedicação e muitos resultados

O trabalho foi minucioso e compensou cada esforço. A instituição que iniciou sua trajetória com cerca de cem leitos se tornou referência em diversas áreas médicas e em cirurgias de alta complexidade, minimamente invasivas e robóticas.

Hoje, o Hospital Madre Teresa dispõe de mais de 35 especialidades médicas e cirúrgicas em um grande complexo com certificações nacionais e internacionais que demonstram a excelência e qualidade.

Futuro das Missionárias

Atualmente, 13 Pequenas Missionárias de Maria Imaculada atuam no HMT com a missão de cuidar do próximo. A diretoria focada na prestação de assistência integral à saúde, considera o conhecimento técnico e também o cuidado humanizado e espiritual, como uma das maneiras de manter vivos os ideais da Madre, para isso o HMT conta, por exemplo, com a atuação da Pastoral de Saúde e do Programa de Humanização (ProHuma),

A Diretora Geral, Ir. Neusa Palhão, conta que são muitos os objetivos para os próximos anos, sempre alinhados com o legado deixado por Madre Teresa. “ Viver o sonho de nossa fundadora é extremamente gratificante. Nós, Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, continuaremos firmes no propósito que nos foi confiado há 75 anos atrás”, comenta a Diretora.

Sobre a Rede Madre (IPMMI)  

Em 08 de novembro de 1936, nascia oficialmente a Congregação das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, reconhecida e aprovada pelo Papa Pio XI. Hoje, conhecida como Rede Madre, a congregação foi criada em São José dos Campos por Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico, e é responsável pela administração de cinco hospitais, além de diversas obras sociais espalhadas pelo Brasil e mundo.