Confira o edital do Processo Seletivo em Ortopedia e Traumatologia do Hospital Madre Teresa em nosso site

Seleção de candidatos para Curso de Especialização em Ortopedia e Traumatologia do Hospital Madre Teresa

Edital Nº 01/2022

O Departamento de Ortopedia do Hospital Madre Teresa torna público que estão abertas as inscrições de candidatos ao processo seletivo de médicos especializados na área de Ortopedia e Traumatologia para o ano de 2022.

  1. VAGAS
  • O presente processo seletivo destina-se ao preenchimento de  01( uma ) vaga para o Curso de Especialização em Ortopedia e Traumatologia do Hospital Madre Teresa., cuja duração é de   03 (três) anos iniciando-se em 01/03/2022 e com seu término previsto para 28/02/2025 As diretrizes utilizadas por este serviço para a formação do médico na área de Ortopedia e Traumatologia  foram baseadas nas normas publicadas Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.Conforme estipulado pela Instituição não haverá pagamento de bolsa, salário, auxílio ou qualquer outro vínculo empregatício e a matrícula e mensalidades serão feitas na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

2 – REQUESITOS NECESSÁRIOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

2.1 Diploma de graduação em Medicina, obtido em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação MEC.

3 INSCRIÇÕES

3.1 Período de: 10/01/22 a 28/01/22

3.2 As inscrições serão recebidas no CDEP/HMT do Hospital Madre Teresa.

                                         Av. Raja Gabaglia  1002

                                         Horário : Segunda a  sexta-feira de : 08:00 às 17:00

                                         Taxa: R$ 100,00

3.3 Documentação exigida: o candidato deverá entregar no ato da inscrição cópias dos documentos abaixo relacionados.

  1. Carteira do Conselho Regional de Medicina
  2. Prova de conclusão do curso de graduação e titulação (Diploma e certificado de residência e/ou especialização)
  3. Curriculum Vitae

4.0 SELEÇÃO e ENTREVISTA

       A seleção dos candidatos será efetuada com base nas seguintes etapas:

4.1 Entrevista com avaliação curricular, prova escrita e tradução de texto em Inglês a serem aplicadas pelo Departamento de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Madre Teresa no dia 31/01/2022 às 18:30 hs.

4.2 Será aprovado o candidato com a maior nota conjunta.

4.3 Não haverá segunda chamada para esta seleção.

6.0 RESULTADOS

O resultado será liberado no dia 04/02/2022 no CDEP/HMT

UNIDADE DE ESTUDOS DE FIBRILAÇÃO ATRIAL DO HMT PROMOVE WEBINAR COM O TEMA: AVC DE ETIOLOGIA DESCONHECIDA/CRIPTOGÊNICO: COMO ABORDAR?

No dia 25 de outubro aconteceu mais uma edição do Webinar organizado pela Unidade de Estudos de Fibrilação Atrial do Hospital Madre Teresa (UEFA-HMT) em parceria com o Departamento de Neurologia da instituição. O seminário teve como foco a discussão interdisciplinar e inter-institucional do acidente vascular cerebral direcionada pelo tema: AVC de Etiologia Desconhecida/Criptogênico: como abordar?

Para discutir o assunto o evento contou com a participação de renomados médicos: Dr Mitermayer R. Brito, coordenador do serviço de Arritmias e Eletrofisiologia Cardíaca Invasiva e da Unidade de Estudos em Fibrilação Atrial do HMT; Dr. Rodrigo Santiago Gomes, coordenador da equipe de Neurologia e preceptor da residência de Neurologia do HMT e do Hospital das Clínicas da UFMG; Dra. Cláudia Madeira Miranda, coordenadora médica do setor de Métodos Gráficos, membro do Departamento Cardiologia do HMT, Mestre e Doutoranda em Saúde do Adulto; Dr. Fidel Castro Alves de Meira médico assistente da equipe de neurologia do HMT e coordenador do programa de residência médica em Neurologia do Hospital Risoleta Tolentino Neves; Dr. Carlos Eduardo S. Miranda, membro do Serviço de Arritmias do HMT e Diretor Científico da Sociedade Mineira de Cardiologia e, também, com a Dra. Gisele Sampaio Silva, professora livre docente adjunta da disciplina de Neurologia da UNIFESP, Clinical Trialist – Hospital Israelita Albert Einstein. 

De acordo com o coordenador da UEFA-HMT, Dr. Mitermayer Reis Brito, o webinar oportunizou a atualização e a promoção de um momento para excelente troca de experiências entre os participantes. “Mais uma vez o Webinar cumpriu o seu propósito e agregou ainda mais o conhecimento para quem teve a oportunidade de participar ”, afirma o coordenador.

Série – Experiência do Paciente

O Hospital Madre Teresa, direcionado pelos valores da Assistência Segura, Humanização e permanente atualização científica e tecnológica, investe continuamente para que os seus clientes tenham uma experiência e percepção positiva durante toda a jornada na instituição. Por meio de sua Pastoral da Saúde, coordenada pela Ir. Cristiane Aparecida, o HMT propicia conforto, espiritualidade e acolhimento aos seus pacientes. Essa cultura humanizada é, sem dúvidas, um dos grandes diferenciais da instituição. Acompanhe na intranet e nas redes sociais as próximas divulgações sobre a Experiência do Paciente, conheça as ações desenvolvidas e o quanto cada profissional pode contribuir para que o cliente construa uma percepção positiva dos serviços prestados.

Conheça nossas redes sociais!

#experienciadopaciente #hospitalseguro

HMT APRESENTA PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DO HALL DE ENTRADA DE PACIENTES, COLABORADORES E MÉDICOS.

O objetivo é unificar a estrutura e fazer um percurso coberto oferecendo mais segurança e bem-estar a todos

O Hospital Madre Teresa (HMT) está sempre em busca de soluções estratégicas para melhorar a estrutura arquitetônica, construída em diversos períodos de sua história. Para a diretoria do HMT, o desafio de uma grande instituição como o hospital era resolver o trânsito de pedestres de forma mais segura e eficiente, unificando a estrutura hospitalar existente de forma humanizada e otimizada.

Diante disso, a diretoria comunica que iniciará em breve a obra de revitalização e cobertura do hall de entrada entre a Portaria 6 e a entrada da UTI 1.  O diretor administrativo do HMT, Marcos Vete conta que a cobertura contempla uma passarela em todo o trajeto e solucionará questões latentes e antigas de fluxo e segurança dos pedestres e de veículos. “A obra trará mais eficiência no atendimento de pacientes ao encurtar o tempo de deslocamento, promovendo melhor desempenho da equipe hospitalar, sem esquecer de resguardar funcionários, acompanhantes e pacientes”, explica.

De acordo com a arquiteta responsável pelo projeto, Cristina Mourão o resultado foi alcançado após diversas visitas e reuniões no Hospital para entender o funcionamento da instituição como um todo. “A nossa preocupação é com todas as pessoas que ali transitam diariamente e como se sentem diante das circunstâncias atuais da estrutura física. A partir daí foi feito um diagnóstico pontuando demandas, áreas críticas e possíveis mudanças na logística e nos fluxos”, diz.

A arquiteta conta que o estudo da nova estrutura foi aprovado pela diretoria da instituição e em breve será iniciada a fase de compatibilização do projeto com demais áreas envolvidas: equipe multidisciplinar para desenvolvimento do projeto de combate a incêndio, vigilância sanitária, cálculo estrutural e de conforto térmico. “A previsão de conclusão da obra é no final do primeiro semestre de 2022.

Confira o vídeo do projeto arquitetônico em 3D.

DIRETOR ADMINISTRATIVO DO HMT É DESTAQUE NA REVISTA MINEIRA DE ADMINISTRAÇÃO

O diretor administrativo do Hospital Madre Teresa (HMT), Marcos Vete foi destaque na primeira edição da Revista Mineira da Administração (RMA) – uma publicação eletrônica semestral do Conselho Regional de Administração de Minas Gerais (CRA-MG) que tem como principal objetivo agregar conhecimento e impactar pessoas e negócios.

No periódico, Marcos Vete fala da sua história de 42 anos dedicados à gestão hospitalar, sendo sete no HMT. Ele discorre sobre os desafios de estar à frente da instituição durante a pandemia da Covid-19 e conta as estratégias utilizadas para obter sucesso durante o período difícil.

Vencedor da última edição do prêmio“Destaque em Administração 2020” pelo CRA-MG, na categoria profissional do ano, Marcos Vete fala da alegria de ter recebido a homenagem. “Fiquei muito feliz e honrado com a nomeação. Receber esse prêmio em um momento tão difícil de nossa história, foi um alento e uma coroação de todos os esforços que fiz juntamente com as Irmãs do Hospital Madre Teresa e toda a equipe de colaboradores e médicos para assegurar a melhor assistência aos nossos pacientes e cuidar de quem cuida”.   

Confira a matéria na integra no link:https://url.gratis/9sZNq5 .

SERVIÇO DE CARDIOLOGIA CLÍNICA DO HMT – EQUIPE INTERNAÇÃO


Dr. José Fernando, Dr. Érison Costa, Dr. Pedro Rousseff, Dr. Walter Rabelo, Dr. Roberto Marino, Dra. Bárbara Marino, Dr. Moacyr Generoso, Dr. Sérgio Lages.

O serviço de Cardiologia Clínica do Hospital Madre Teresa (HMT) atua no cuidado e assistência aos pacientes internados na instituição. A equipe é composta por oito cardiologistas experientes, sendo todos especialistas no atendimento a diversas situações clínicas e cirúrgicas da especialidade.

De acordo com a cardiologista do HMT, Dra. Bárbara Marino, o trabalho do time está integrado ao organograma multidisciplinar da instituição e com as diversas áreas de atuação, como métodos diagnósticos e terapêuticos não invasivos e invasivos  gráficos (eletrocardiografia, ergometria, holter, teste de inclinação), ecocardiografia, tomografia, ressonância do coração e vasos, Hemodinâmica, Cardiologia Intervencionista, Eletrofisiologia e Cirurgia Cardiovascular; o que proporciona uma assistência com elevado grau de segurança e resolutividade.

Além disso, a Cardiologia Clínica trabalha de maneira multidisciplinar na discussão de casos clínicos.  “As ocorrências mais complexas são discutidas entre a equipe. Sempre nos reunimos para traçar as melhores estratégias e o melhor tratamento para os nossos pacientes”, explica a Dra. Barbara Marino.

Expertise

O serviço desempenhado pelos cardiologistas é considerado de alta complexidade. Isso, porque chega aos cuidados do grupo, pacientes graves, cardiopatas, também aqueles que vieram de pré-operatório e pós-operatório de troca valvar, seja relacionado a implante percutâneo transcateter de válvula aórtica (TAVI) ou de cirurgia convencional.

Ensino e Pesquisa

Além do trabalho assistencial, os preceptores da equipe dedicam-se a coordenação da pós-graduação de Cardiologia, com programas de residência/especialização médica credenciados pelo MEC e PUC Minas, respectivamente, com importante reconhecimento regional e nacional.

A Dra. Bárbara conta que o serviço desenvolve pesquisas clínicas em parcerias com renomadas instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais, como o Instituto do Coração (Incor), Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, Hospital Israelita Albert Einstein e universidades norte-americanas como a Harvard e a Duke.

DIRETORIA DO HMT HOMENAGEIA MÉDICOS QUE LIDERARAM NA LINHA DE FRENTE CONTRA A COVID-19

Na manhã desta quarta-feira (29/09), a Diretoria do Hospital Madre Teresa (HMT) homenageou os pneumologistas e intensivistas, Dr. Frederico Thadeu Assis Figueiredo Campos, Dr. Marco Antônio Soares Reis e Dr. José Carlos Fernández Versiani dos Anjos em reconhecimento a dedicação e trabalho imprescindível e incansável na pandemia da Covid-19.

Durante a homenagem, os médicos receberam das mãos da diretora geral, Ir. Sandra Zanotto, do diretor administrativo, Marcos Vete e da vice-diretora, Ir. Eliane Madureira uma placa em gratidão ao brilhante trabalho realizado no HMT. De acordo com os diretores, o gesto é uma maneira de honrar esses profissionais que deram o seu melhor, trabalharam juntamente com as equipes multidisciplinares diante da batalha contra uma doença que era desconhecida para o mundo.

O evento aconteceu na sala da Diretoria da Instituição e contou também com a presença dos profissionais que compõem o comitê de sustentabilidade do Hospital Madre Teresa.

Confira as fotos.

Ir. Sandra Zanotto e Dr. Marco Antônio.

Dr. Frederico Thadeu e Marcos Vete.

Dr. José Carlos e Ir. Eliane Madureira.

Conheça o departamento de Eletrofisiologia do Hospital Madre Teresa


Da esquerda para a direita: Dr. Daniel Soares Sousa, Dr. Mitermayer Reis Brito e Dr. Carlos Eduardo de Souza Miranda

O serviço de Eletrofisiologia Invasiva e Arritmias Cardíacas do Hospital Madre Teresa (HMT) iniciou suas atividades em 1999 no departamento de Hemodinâmica, onde faz parte do grupo de Medicina Intervencionista do HMT. Com um trabalho criterioso ao longo desses 22 anos, dedicado ao tratamento das arritmias cardíacas, sob a forma do tratamento farmacológico e não farmacológico, por meio do atendimento de pacientes a nível ambulatorial e hospitalar, o serviço tem se destacado como um dos mais importantes e de grande referência nesta área a nível nacional.

O departamento coordenado pelo Dr. Mitermayer Reis Brito, é composto por mais dois especialistas, o Dr. Carlos Eduardo de Souza Miranda e o Dr. Daniel Soares Sousa.

O serviço é responsável por executar todos os procedimentos e exames necessários na área de arritmias cardíacas como: palpitações, taquicardias não esclarecidas por métodos não invasivos e síncope (perda de sentidos ou desmaio), além de indicar o melhor tipo de tratamento através de medicamentos antiarrítmicos e não antiarrítmicos, o qual consiste na ablação por radiofrequência como forma de tratamento de cura definitiva da maioria das arritmias, assim como indicação dos diferentes tipos de marca-passo definitivo.

Os métodos mais rotineiros são aqueles ligados as taquicardias supraventriculares, síndromes do tipo Wolff Parkinson White (WPW), taquicardias por reentrada átrio ventricular, fibrilação atrial, taquicardias ventriculares, prevenção de morte súbita e tratamento da insuficiência cardíaca através de marca-passos especiais.

“Um dos grandes diferenciais do nosso serviço é a habilitação de grande parte da equipe em Eletrofisiologia Invasiva Cardíaca, Estimulação Cardíaca Artificial, e também na Unidade de Estudos em Fibrilação Atrial”, explica o coordenador.

A Unidade de Fibrilação Atrial trabalha em parceria com vários departamentos do Hospital como a Cardiologia, Neurologia, Pneumologia e o serviço de Ecocardiografia, que fornece um grande suporte na realização de ablações de fibrilação atrial, destacando o serviço de Eletrofisiologia como um dos poucos que realizam o eco trans esofágico durante o procedimento no país, oferecendo mais segurança e precisão para realizar o isolamento dos focos de arritmia.

Tecnologia

O departamento de Eletrofisiologia Invasiva e Arritmias Cardíacas dispõe de recursos de alta tecnologia como salas de hemodinâmica de última geração, sistema de mapeamento e reconstrução tridimensional para ablações de maior complexidade, que proporciona mais eficácia no tratamento das arritmias através da ablação, que é uma cauterização obtida com o aquecimento da ponta de um cateter especial, aplicada no foco das arritmias.

O serviço de Arritmias e Eletrofisiologia do Hospital Madre Teresa também se destaca pela produção de trabalhos científicos, realizações de cursos, formação de residentes, webinars, estando em constante atualização científica.

Hospital Madre Teresa conta com o primeiro robô ortopédico Mako do país

A cirurgia robótica é considerada a evolução dos procedimentos cirúrgicos, pois une precisão à exatidão.

Foi com o foco no bem-estar do paciente, resultados e em sempre disponibilizar as melhores soluções tecnológicas que o Hospital Madre Teresa – HMT adquiriu, neste mês, o primeiro robô Mako do Brasil – especialista em cirurgias ortopédicas. A tecnologia robótica vem crescendo no mundo e, especialmente no país, tem se tornado um novo aliado dos profissionais de saúde. 

“Nossa equipe já realizou com maestria milhares de artroplastias do joelho e quadril. Agora, alinharemos nossa expertise à tecnologia robótica do Mako – estamos prontos para dar início aos primeiros procedimentos. Seguimos com a caracteristica vanguardista ao adquirir o primeiro Mako do país”, explica o coordenador da ortopedia do HMT, Dr. Lúcio Honório.

Entenda – Tecnologia a favor do paciente

Com o Mako, cada procedimento cirúrgico é único. Isso porque o robô combina importantes componentes e dispõe de grandes diferenciais. Com ele é possível desenvolver um plano personalizado com base na anatomia própria de cada paciente antes de iniciar o procedimento.

A partir da inteligência robótica do Mako, o cirurgião pode ter acesso a um planejamento em tecnologia 3D, háptica (sensível ao tato) e também à análise de dados de cada paciente. Ou seja, antes do procedimento cirúrgico, o médico saberá exatamente todo o panorama específico relativo ao paciente que será operado em seguida e, sempre que necessário, ele poderá ajustar o plano de atuação durante todo o processo.

Durante o procedimento, o cirurgião orienta o braço robótico para a preparação da articulação que receberá a prótese para posicioná-la. Está aqui um dos grandes diferenciais do Mako – isso porque ele trabalha para que o osso saudável ao redor da articulação do joelho ou quadril permaneçam íntegros. Estudos mostram que a substituição parcial do joelho ou quadril assistida pelo braço robótico do Mako leva à maior precisão da posição do implante em comparação aos procedimentos convencionais.

“Sem dúvidas, estamos lidando com uma perfeita interação entre o cirurgião e o Mako. O nosso paciente irá experienciar o que há de mais moderno nas artroplastias de joelho e quadril. Em outros países o sucesso nos procedimentos alcançaram a marca de 100%”. Conosco, no Brasil, não será diferente”, comenta o coordenador.

Ganhos ao paciente

A cirurgia robótica é considerada a evolução dos procedimentos cirúrgicos, pois une precisão à exatidão. Essa realidade tem muito a oferecer aos potenciais pacientes que serão submetidos a essa modalidade. Menos dor e baixo consumo de analgésicos, menor necessidade de fisioterapia hospitalar, menos corte (maior preservação de tecidos moles e estrutura óssea), redução de tempo de internação e rápido retorno a vida cotidiana são somente alguns dos benefícios da cirurgia robótica.

De acordo com dados do American Academy of Orthopaedic Surgeons, espera-se que até 2030 as substituições totais do joelho nos Estados Unidos aumentem 189%. Já as artroplastias totais do quadril podem crescer até 171%. No Brasil, essa realidade não será diferente. Os especialistas já consideram as artroplastias do quadril, por exemplo, como o procedimento da década.

Ortopedia e Traumatologia do HMT

O Hospital Madre Teresa é o maior centro de ortopedia de Minas Gerais, com relevante expressão na área de artroscopia das diversas articulações e com a maior experiência em artroplastias em todo o estado. O serviço possui especialistas em todas as áreas de atuação da ortopedia direcionada ao adulto.