MÉDICOS DO HOSPITAL MADRE TERESA PUBLICAM ESTUDO DE CASO EM PERIÓDICO INTERNACIONAL

Publicado em: 10/2/2021


Estudo de caso ganhou visibilidade internacional e foi apresentado no Congresso Mundial do Pulmão

O cirurgião torácico, Dr. Leonardo Brand e a oncologista Dra. Helena Cuba, ambos do Hospital Madre Teresa - HMT, juntamente com outros especialistas da área, tiveram um importante estudo de caso publicado no BMC Pulmonary Medicine, um dos mais conceituados periódicos virtuais voltados ao assunto.

O estudo de caso foi apresentado no Congresso Mundial do Pulmão que, neste ano, aconteceu na modalidade on-line devido a pandemia. O encontro é de responsabilidade da IASLCI (International Association for the study of Lung Cancer) e reúne os especialistas mais conceituados mundialmente no âmbito do cancro do pulmão.

No estudo de caso: “Tratamento bem-sucedido com Alectinibe após hepatite induzida por Crizotinibe em paciente com câncer de pulmão avançado reorganizado por ALK: relato de caso”, os médicos discorrem sobre o quadro de uma paciente com adenocarcinoma de pulmão metastático e que sofre de uma mutação rara (rearranjo ALK - em torno de 5% dos casos). Nesse contexto, a medicação indicada e disponível na época, a Crizotinibe (inibidor anti ALK de 1ª geração), causou uma toxidade hepática com consequente hepatite medicamentosa grave. 

“Foi necessário a suspensão imediata da medicação. Com isso, o tumor da paciente progrediu e optou-se por iniciar uma nova medicação também pertencente a classe de inibidores de ALK (Alectinibe- inibidor de ALK de 2a geração) ”, explica a Dra. Helena Cuba

Ainda de acordo com eles, a literatura é escassa no que se refere a segurança atrelado ao uso do novo inibidor de ALK, após um grave quadro de toxidade com essa classe de drogas.  “Esse caso descreve sucesso no tratamento, tanto do ponto de vista de regressão tumoral, quanto em relação à segurança. A paciente evoluiu sem toxidade hepática”, finalizam.




MÉDICOS DO HOSPITAL MADRE TERESA PUBLICAM ESTUDO DE CASO EM PERIÓDICO INTERNACIONAL

Publicado em: 10/2/2021


Estudo de caso ganhou visibilidade internacional e foi apresentado no Congresso Mundial do Pulmão

O cirurgião torácico, Dr. Leonardo Brand e a oncologista Dra. Helena Cuba, ambos do Hospital Madre Teresa - HMT, juntamente com outros especialistas da área, tiveram um importante estudo de caso publicado no BMC Pulmonary Medicine, um dos mais conceituados periódicos virtuais voltados ao assunto.

O estudo de caso foi apresentado no Congresso Mundial do Pulmão que, neste ano, aconteceu na modalidade on-line devido a pandemia. O encontro é de responsabilidade da IASLCI (International Association for the study of Lung Cancer) e reúne os especialistas mais conceituados mundialmente no âmbito do cancro do pulmão.

No estudo de caso: “Tratamento bem-sucedido com Alectinibe após hepatite induzida por Crizotinibe em paciente com câncer de pulmão avançado reorganizado por ALK: relato de caso”, os médicos discorrem sobre o quadro de uma paciente com adenocarcinoma de pulmão metastático e que sofre de uma mutação rara (rearranjo ALK - em torno de 5% dos casos). Nesse contexto, a medicação indicada e disponível na época, a Crizotinibe (inibidor anti ALK de 1ª geração), causou uma toxidade hepática com consequente hepatite medicamentosa grave. 

“Foi necessário a suspensão imediata da medicação. Com isso, o tumor da paciente progrediu e optou-se por iniciar uma nova medicação também pertencente a classe de inibidores de ALK (Alectinibe- inibidor de ALK de 2a geração) ”, explica a Dra. Helena Cuba

Ainda de acordo com eles, a literatura é escassa no que se refere a segurança atrelado ao uso do novo inibidor de ALK, após um grave quadro de toxidade com essa classe de drogas.  “Esse caso descreve sucesso no tratamento, tanto do ponto de vista de regressão tumoral, quanto em relação à segurança. A paciente evoluiu sem toxidade hepática”, finalizam.