Hospital Madre Teresa participa de importante estudo internacional em Oncologia Torácica

O estudo clínico internacional do qual participou o Hospital Madre Teresa (HMT), por meio da Unidade de Pesquisa Clínica, apresentou grandes resultados no tratamento de câncer do pulmão com estágios localmente avançados.

O objetivo do estudo é oferecer uma nova modalidade de tratamento sistêmico por meio de quimioterapia e imunoterapia neoadjuvantes (antes da cirurgia) e após tratamento cirúrgico, a continuação da imunoterapia por aproximadamente 1 ano.

De acordo com o cirurgião torácico do Hospital Madre Teresa, Dr. Leonardo Brand, o estudo intitulado “AEGEAN” é um marco para a instituição, por se tratar do 1º grande estudo internacional multicêntrico da Oncologia Torácica do HMT.

Ainda de acordo com o médico, os resultados divulgados até o momento já são extremamente satisfatórios e benéficos aos pacientes. “Em breve teremos um novo protocolo para o tratamento do câncer de pulmão. O objetivo é sempre proporcionar as melhores práticas e segurança aos nossos pacientes”, completa.

Além do cirurgião torácico que coordenou a pesquisa, Dr. Leonardo Brand, o estudo contou com a participação do oncologista, Luís Flávio Coutinho e a equipe multidisciplinar formada por radioterapeuta, pneumologista, radiologista, médico nuclear, entre outros.

Os primeiros resultados desse estudo foram divulgados no último Congresso Internacional do American Association for Cancer Research (AACR) realizado entre os dias 14 a 19 de abril.

Centro de Pesquisa Clínica do Hospital Madre Teresa

As pesquisas clínicas são as formas mais adequadas de reconhecer os benefícios das medicações. Assim, os resultados advindos desses estudos têm sido fatores chave no entendimento da logística de uma determinada doença, na delimitação de novas linhas terapêuticas e também no desenvolvimento de novos recursos voltados aos tratamentos.

De acordo com a coordenadora do Centro, Alessandra Mancuzo, os ensaios clínicos constituem uma grande oportunidade, tanto para a instituição quanto para os pesquisadores e pacientes. “A instituição e os pesquisadores ganham visibilidade por conduzir este tipo de estudo, que exige alto padrão de qualidade nos serviços prestados ao paciente”, explica.

Ainda segundo ela, a partir das pesquisas, o paciente tem a oportunidade de acesso a terapias inovadoras e a procedimentos de alta complexidade, gratuitamente, além de uma assistência vigilante da equipe multiprofissional altamente capacitada.

Dr. Leonardo Brand apresenta os resultados do estudo divulgados aos colegas de BH.

NÚCLEO DE EXCELÊNCIA EM OFTALMOLOGIA (NEO) E HOSPITAL MADRE TERESA AMPLIAM ATENDIMENTO PARA CONSULTÓRIOS NO BAIRRO VILA DA SERRA

Agora, o bairro Vila da Serra poderá contar com a expertise da renomada equipe médica do Hospital Madre Teresa (HMT). A partir deste mês, os especialistas do corpo clínico do HMT darão início aos atendimentos nos modernos e completos consultórios localizados nas dependências do NEO           Oftalmologia, empresa parceira da Instituição.

Serão realizados atendimentos nas especialidades de: Cirurgia Geral, Cirurgia Torácica, Ortopedia, Geriatria, Neurologia, Endocrinologia, Pneumologia, Cardiologia, Urologia e Neurocirurgia. Os agendamentos poderão ser realizados via marcação de consultas e exames, pelo telefone: (31) 3339 8000/8455 e também pelo site: www.hospitalmadreteresa.org.br.

“Por meio dessa parceria, foi possível expandir os atendimentos do nosso corpo clínico, aumentando a capilaridade e o raio de atuação. Esses novos atendimentos irão reforçar ainda mais o nosso compromisso com a saúde da população mineira”, comenta o Diretor Administrativo, Marcos Vete. 

Endereço de atendimento

Alameda Oscar Niemayer, 1033, 2º andar, salas 217 e 218 – entrada pelas portarias 3 e 4 – Edifício Atlanta/Bairro Vila da Serra. O edifício conta com estacionamento particular para maior comodidade.

Sobre o HMT

Com 40 anos de atuação o HMT se destaca em mais de 30 especialidades clínicas e cirúrgicas pela qualidade e multidisciplinaridade das equipes médicas e técnicas. O Hospital é referência em procedimentos e exames de alta complexidade, cirurgias minimamente invasivas e robóticas. O corpo clínico é formado por mais de 500 médicos efetivos e em constante atualização, focados em proporcionar a melhor experiência para o paciente.

Sobre o NEO

NEO – Núcleo de Excelência em Oftalmologia – é um Hospital de Olhos dedicado a atender Belo Horizonte e região. O NEO foi fundado em 2008 por uma equipe de médicos oftalmologistas e por profissionais altamente qualificados, preocupados em prestar um atendimento humanizado no segmento de Saúde Ocular. Ao longo desses anos, com a mais moderna estrutura e equipamentos de última geração, são realizados procedimentos oftalmológicos de várias complexidades.

COORDENADOR DA CLÍNICA DA DOR E DA RESIDÊNCIA EM ANESTESIOLOGIA DO HMT PARTICIPA DE IMPORTANTE CONGRESSO INTERNACIONAL

O coordenador da Clínica da Dor e da residência em Anestesiologia do Hospital Madre Teresa (HMT), Dr. Rodrigo de Lima e Souza, ministrou duas importantes palestras no Congresso Paulista de Anestesiologia – COPA. O evento que aconteceu do dia 20 a 23 de abril em São Paulo é um dos mais importantes e renomados eventos da Anestesiologia mundial. 

Na ocasião, o coordenador abordou o tema: “Anestésico Local: concentração, volume e adjuvantes” e também a anestesia em pacientes idosos: “Síndrome de fragilidade e implicações para a anestesia”. 

“São temas igualmente relevantes e essenciais. Embora faça parte do cotidiano da especialidade, é sempre necessário promover a discussão do tema, ainda mais em um congresso tão amplo e completo como esse”, comenta o Dr. Rodrigo de Lima. 

Anestesiologia HMT 

O serviço de Anestesiologia do Hospital Madre Teresa, coordenado pelo Dr. Francisco Tadeu da Mota Albuquerque, vem crescendo e se destacando de forma técnica e cientifica, sempre com o propósito de promover tranquilidade e segurança aos clientes e à própria instituição.  

Clínica da Dor do HMT

Focados em oferecer um serviço diferenciado e humanizado aos pacientes que sofrem com dores crônicas, o Hospital Madre Teresa (HMT) conta com o serviço de Clínica da Dor. A especialidade, coordenada pelos médicos Dr. Rodrigo de Lima e Dr. Gilberto Fonseca, tem como objetivo diagnosticar, aliviar e tratar a dor promovendo a melhora da qualidade de vida. 

A Clínica possui um tratamento individualizado e é realizado por uma equipe multidisciplinar composta por anestesiologistas, clínicos da dor, enfermeiros e neurocirurgiões, além de parcerias com as especialidades: Acupuntura, Fisiatria, Fisioterapia, Psicologia, Psiquiatria, dentre outras. 

Para marcar uma consulta acesse o site www.hospitalmadreteresa.org.br ou ligue para a Central de Marcação pelo telefone (31) 3339-8455.

CARDIOLOGISTA DO HOSPITAL MADRE TERESA PARTICIPA DE REGISTRO SOBRE ARRITMIA CARDÍACA

A cardiologista Dra. Cláudia Madeira Miranda coordenou a coleta de dados do Hospital Madre Teresa, centro participante do 1o registro brasileiro de Fibrilação Atrial (FA) (“The first Brazilian cardiovascular registry of atrial fibrillation:  the RECALL study. 

O estudo prospectivo e multicêntrico contou ainda com a participação de cerca de 80 hospitais do país, com o principal objetivo de descrever as características clínicas e demográficas dos portadores de FA, os tipos de tratamento aplicados, sua evolução clínica e os desfechos cardiovasculares ao longo de 12 meses de seguimento.

“Esse estudo é de extrema relevância, uma vez que registros internacionais anteriores incluíram baixa porcentagem de latino-americanos com essa arritmia cardíaca. A FA é a arritmia cardíaca mais comum na prática clínica e sua prevalência aumenta com a idade.  A morbi-mortalidade da FA está associada ao aumento de risco de isquemia cerebral AVC), insuficiência cardíaca, distúrbios cognitivos e óbito cardiovascular, quando não identificada e não adequadamente tratada, ” explica a cardiologista. 

Dados

Durante o Congresso Europeu de Cardiologia em 2022 (26-29 agosto/22, Barcelona) foram divulgados os primeiros resultados do registro:  total de 4.544 pacientes incluídos, com média de idade de 70 anos, sendo 48% do sexo feminino e maioria com FA do tipo permanente (53.8%). No seguimento, < 50% atingiram valor alvo de anticoagulação (RNI), 17.8% foram hospitalizados devido a FA, apenas 4.4% já tinham sido submetidos à ablação da arritmia. Episódios de sangramento ocorreram naqueles que apresentaram controle inadequado do RNI. Importante lembrar que na época do estudo, o uso de anticoagulantes orais diretos (DOAC) era menor e mais difundido na prática clínica atual.

Esses dados evidenciaram os fatores importantes a serem melhorados na prática clínica como, a maior aderência ao uso de DOAC; melhor controle dos usuários de Warfarina quanto ao alvo de anticoagulação e a necessidade de maior investimento em intervenções como a terapia por ablação com o objetivo de reduzir o número de desfechos cardiovasculares adversos. 


MÉTODOS GRÁFICOS HMT

Constituído por uma equipe de 6 médicos altamente qualificados, este serviço, coordenado pela Dra. Claudia Madeira é responsável pela realização de exames não invasivos que registram graficamente o funcionamento do coração. Em sua maioria, os exames são associados ao eletrocardiograma (ECG). Nele, é possível fazer avaliação cardiológica nas diversas condições: sob estresse físico (teste ergométrico), sob monitorização contínua de 24 horas (MAPA e Holter) ou mais (Holter de 48 horas e Looper de eventos de 7 a 30 dias), sob estresse ortostático (Tilt Teste).

Clique aqui e acesse o artigo na íntegra.

COORDENADOR DA RESIDÊNCIA EM ANESTESIOLOGIA DO HMT PROMOVE IMPORTANTE CURSO

O médico também é presidente da Sociedade De Anestesiologia De Minas Gerais – SAMG

No dia 25 de fevereiro, a Sociedade de Anestesiologia de Minas Gerais – SAMG, em parceria com a Sociedade Brasileira de Anestesiologia – SBA, promoveu o curso “Salve uma Vida”. O treinamento teve como objetivo ensinar a população a agir mediante situações de crise como paradas cardiorrespiratórias ou engasgos com alimentos sólidos, que podem comprometer a respiração e obstruir as vias aéreas.

De acordo com o presidente da SAMG, Dr. Rodrigo de Lima, esses cursos são de extrema importância, visto que situações como essas podem acontecer em nosso cotidiano. “ É preciso conscientizar a população sobre as maneiras de agir em situações como essa, pois são essas técnicas que determinam o sucesso durante o salvamento”, explica o médico.

HOSPITAL MADRE TERESA PROMOVE 1º SIMPÓSIO CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR: AVANÇOS TERAPÊUTICOS NAS CARDIOPATIAS COMPLEXAS

Os serviços de Cardiologia, Cirurgia Cardiovascular e Hemodinâmica do Hospital Madre Teresa promoveram no último sábado, dia 01 de abril, o 1º Simpósio Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular com o tema: Avanços Terapêuticos nas Cardiopatias Complexas.

O objetivo do Simpósio foi construir um ambiente oportuno para troca de experiências entre os diversos profissionais que participaram do evento e para proporcionar um momento ímpar para a atualização de temas de vanguarda no tratamento clínico e cirúrgico das mais complexas cardiopatias. Para tanto, foram convidados palestrantes reconhecidamente referenciados no meio médico pela expertise nos temas abordados.

O evento foi realizado no Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa do HMT – CDEP  com a possibilidade de participação presencial ou on-line. No total, o encontro contou com aproximadamente 220 participantes.

Além das palestras, discussão de casos editados, os participantes puderam ter contato e realizar sessões de treinamento Hands-On nos simuladores expostos. “Foi uma manhã extremamente proveitosa. É sempre uma honra compartilhar conhecimento e as inovações constantes em nosso meio. Estamos ansiosos para o próximo”, comenta o coordenador da Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HMT, Dr. Marcos Marino.

Para a Diretora Geral do HMT, Irmã Neusa Palhão, o Simpósio foi um momento rico de compartilhamento e construção de saberes que, certamente, se converterão em melhores práticas para o cuidado daqueles que estão no centro da vocação do médico: o paciente.


Palestras e Aulas: 

  • Módulo 1: Implante Transcateter de Bioprótese Aórtica (Tavi):  
    Moderadores:  

    Dr. Roberto Luiz Marino 
    Dr. Marcos Antônio Marino 
    Dr. Fernando Antônio Roquette Reis Filho 

     
  • Implante De Tavi Na Presença de Doença Arterial Coronariana 

    Dr. Marcos Antônio Marino 

     
  • Estratégias De Tratamento da Doença Coronariana em Pacientes  
    Submetidos A Implante De Tavi  
    Caso Editado 

    Dr. Luís Eduardo Diniz Couto 

     
  • Abordagem De Pacientes Com Valva Aórtica Bicúspide: Abordagem  
    Cirúrgica Versus Percutânea, Estratégias e Escolha De Próteses  

    Dr. Fernando Antônio Roquette Reis Filho 
  • Implante De Tavi Em Paciente com Valva Aórtica Bicúspide 
    Caso Editado 

    Dr. Luiz Cláudio Moreira Lima 

     
  • Implante De Tavi Em Paciente com Regurgitação Aórtica: o Estado da  
    Arte 

    Dr. Rodrigo De Castro Bernardes 

     
  • Implante De Tavi Em Paciente com Regurgitação Aórtica 
    Caso Editado 

    Dr. Ernesto Lentz Da Silveira Monteiro 
  • Manejo Do Paciente Pós-Tavi: Distúrbios do Ritmo, Antiagregação e  
    Anticoagulação 

    Dr. Roberto Luiz Marino 

     
  • Módulo 2: Doença Cardíaca Congênita No Adulto: O Que o Cardiologista Precisa Saber? 
    Moderadores: 

    Dr. Walter Rabelo 
    Dra. Bárbara Campos Abreu Marino 

     
  • Intervenção Para Cardiopatia Congênita do Adulto 
    Caso Editado 

Dr. Edmundo Clarindo Oliveira 

 

  • Tratamento Percutâneo Do Forame Oval Patente: Estado Atual da  
    Literatura 

    Dr. Marco Antônio Gonçalves De Moura 

     
  • Módulo 3: Novas Fronteiras da Cardiologia Intervencionista em Contextos Complexos – Estado da Arte.  
    Moderadores: 

    Dr. Rodrigo Bernardes 
    Dr. Luís Eduardo Diniz Couto 
    Dr. Alexandre Von Sperling De Vasconcellos.  

     
  • Denervação Renal: Novas Evidências da Literatura 

    Dr. Valério Fuks 

     
  • O Papel Da Imagem Cardiovascular Multimodalidade nas Intervenções  
    Estruturais 

    Dr. Alexandre Henrique Cobucci Santana 

     
  • Oclusão De Apêndice Atrial Esquerdo: Onde Estamos em Relação às  
    Evidências? 
    Caso Editado 

    Dr. Marcos Antônio Marino 

     
  • Novas Abordagens Em Cardiopatia Estrutural: Tratamento  
    Percutâneo das Patologias da Valva Mitral 

    Dr. Bruno Ramos Nascimento 

     
  • Shockwave: A (Re) Evolução No Tratamento Da Calcificação  
    Coronariana 

    Dr. Stefano Garzon Dias Lemos 

     
  • Módulo 4: Atualidades Em Eletrofisiologia e Arritmologia 
    Moderadores: 

    Dr. Mitermayer Reis Brito 
    Dr. Carlos Eduardo De Souza Miranda 
    Dra. Bárbara Campos Abreu Marino 

     
  • Ablação De Fibrilação Atrial: Quando Indicar? 
    Caso Editado 

    Dr. Mitermayer Reis Brito 

     
  • Marcapasso Hissiniano: Qual Paciente se Beneficia?  
    Caso Editado 

    Dr. Daniel Soares Sousa 

     
  • Ectopias Ventriculares: Sempre Benignas? Quando indicar a Ablação? 

    Dr. Carlos Eduardo De Souza Miranda 

Hospital Madre Teresa é reconhecido pelo desempenho na cirurgia robótica

O HMT atingiu em tempo recorde esse importante marco

No dia 03 de abril, o Hospital Madre Teresa (HMT) foi homenageado com uma placa em comemoração às 200 cirurgias realizadas com o robô Da Vinci e também aos 100 sistemas robóticos implantados no Brasil. A placa foi entregue pela Strattner, de acordo com a fabricante, o HMT atingiu em tempo recorde esse importante marco.

Estavam presentes para a ocasião os médicos representantes da robótica, a Diretoria, os Coordenadores e Colaboradores do HMT.

Para o coordenador da cirurgia robótica do Hospital Madre Teresa, Dr. Paulo Arantes, esse reconhecimento traduz bem o poder do trabalho orquestrado, “essa placa é fruto de um trabalho entre equipes multidisciplinares e os mais diversos setores que se uniram e engajaram para entregas de excelência”, disse.

“O Hospital Madre Teresa é, sem dúvidas, um case de sucesso e peça fundamental para o avanço da robótica no Brasil”, comenta a Executiva de Vendas Robótica da Strattner, Francielly Gonçalves.

A entrega da placa, chancela ainda a expertise das equipes médicas do HMT que, ao longo dos últimos meses, se empenharam para que o melhor da tecnologia robótica fosse entregue ao paciente dentro das diversas especialidades que utilizam o Da Vinci.“Podemos ver na cultura da Instituição o espírito de família, aqui nos sentimos em casa. Esse resultado não poderia ter sido diferente. Em breve seremos um dos maiores serviços de cirurgia robótica do Estado”,comenta o urologista, Dr. Pedro Romanelli que contabiliza mais de mil cirurgias robóticas realizadas com sucesso.

Sono: essencial para a saúde

Você conhece todos os benefícios e importância do sono? No mês do Sono a médica pneumologista, intensivista, especialista em sono do Hospital Madre Teresa, Dra. Regina Magalhães, vem alertar que “noites mal dormidas” podem acarretar sérios danos à nossa saúde.

Segundo ela o sono tem papel fundamental para a manutenção da nossa saúde. Afinal, o sono é um período ativo no qual ocorrem muitos processos importantes para a restauração e fortalecimento do nosso corpo. 

A quantidade de sono varia entre indivíduos. O tempo ideal para um boa noite de sono, em um adulto, é ao redor de 7-8 horas por noite. Alguns indivíduos podem funcionar bem com um pouco menos de 6 horas por noite, enquanto outros necessitam ao redor de 9 horas.

É preciso ficar alerta! Quando seu corpo está em deficiência de sono, ele pode entrar em um estado de estresse, alterando a produção de vários hormônios, como o cortisol, leptina, insulina, etc. e levando a alterações metabólicas que podem causar hipertensão, arritmias, diabetes, obesidade, entre outros.

O que podemos fazer para ter uma boa noite de sono?

A privação aguda de sono relaciona-se negativamente com o nosso bem-estar. Por isso, fique atento as dicas para uma noite de sono reparadora. De acordo com o Ministério da Saúde, o primeiro passo para uma boa noite de sono é manter um horário estabelecido para se deitar e levantar, uma vez que essa regularidade ajuda no processo de sincronização do organismo.

É fundamental também evitar bebidas cafeinadas no período noturno como, por exemplo, café, chocolates, chá preto, refrigerantes que contenham cola em sua composição, medicamentos à base de cafeína, dentre outros. Além disso, o ambiente precisa estar adequado, silencioso, com temperatura confortável, e o mais aconchegante possível. As telas (celulares, tablets, televisão e computadores) devem ser utilizados no período diurno, evitando o uso à noite. Os exercícios físicos, necessários para a saúde do corpo, devem, preferencialmente, ser realizados pela manhã, principalmente por quem tem dificuldades para dormir, pois deixam o corpo desperto.

Conhece o Laboratório do Sono?

Se você não está conseguindo ter uma noite de sono agradável e por diversas vezes, acorda com a sensação de estar ainda mais cansado, procure um especialista para te ajudar.  No HMT, dispomos do Laboratório do Sono, localizado no 2º andar do Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico. Entre em contato pelo telefone: (31) 3339-8455 e agende uma avaliação!

O serviço do sono do HMT é coordenado pelas médicas pneumologistas especialistas em Sono pela Associação Medica Brasileira e Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia – Dra Luciana Macedo Guedes e Dra Regina Magalhães Lopes.

Leia a Cartilha

https://semanadosono.com.br/wp-content/uploads/2023/02/DIGITAL-cartilha-semana-do-sono-2023-1.pdf

COORDENADOR DO SERVIÇO DE ARRITMIAS E ELETROFISIOLOGIA DO HOSPITAL MADRE TERESA TEM RELEVANTE ARTIGO PUBLICADO

O cardiologista e coordenador do Serviço de Arritmias e Eletrofisiologia do HMT, Dr. Mitermayer Reis Brito, teve o seu artigo publicado nos Arquivos SBC em fevereiro deste ano – um dos principais veículos de divulgação das pesquisas científicas brasileiras na área das ciências cardiovasculares.

De acordo com o autor, o ponto de vista – As “Cinco Ondas Malignas” da Eletrocardiografia  busca ressaltar a importância de agrupar estas ondas em um conceito mais didático e ainda não descrito na literatura.

“As ondas descritas no estudo, podem ter como principal desfecho clínico arritmias com risco de vida como taquicardia ventricular, fibrilação ventricular e manifestações clínicas como síncope e morte súbita, por exemplo. Seria como surfar nestas ondas e assim facilitar a identificação das suas principais características eletrocardiográficas em derivações específicas no plano frontal e horizontal do ECG ”, explica o médico. 

Leia o ponto de vista na íntegra pelo link: https://abccardiol.org/wp-content/uploads/articles_xml/0066-782X-abc-120-03-e20220649/0066-782X-abc-120-03-e20220649.x55156.pdf

Dr. Mitermayer Reis Brito

  • Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.
  • Especialista em Eletrofisiologia Cardíaca Invasiva e Estimulação Cardíaca Artificial pela Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas.
  • Coordenador do Serviço de Arritmias, Eletrofisiologia e Unidade de Fibrilação Atrial do Hospital Madre Teresa.
  • Preceptor da Residência de Cardiologia do Hospital Madre Teresa.

HOSPITAL MADRE TERESA É REFERENCIADO INTERNACIONALMENTE COMO UM DOS MELHORES HOSPITAIS DO BRASIL

O objetivo deste estudo é fornecer uma comparação baseada em dados da reputação e desempenho do hospital entre os países.

Mais uma vez, o Hospital Madre Teresa (HMT) foi referenciado como um dos melhores hospitais do Brasil. A nomeação foi realizada pela revista norte-americana Newsweek.

Os critérios para a avaliação foram baseados em recomendações recebidas (médicos, gerentes de hospitais e profissionais de saúde), experiência do paciente e indicadores médicos. Neste ano, um novo importante pilar foi adicionado para pontuação. Pela primeira vez, os hospitais foram pesquisados ​​sobre o status de implementação de PROMs – questionários padronizados e validados pelos pacientes que possuem como foco  medir a percepção de bem-estar funcional e qualidade de vida.

Para a Diretora Geral do Hospital Madre Teresa, Ir. Neusa Palhão, esse reconhecimento chancela o compromisso da Instituição com os seus pacientes. “Estar entre os melhores do Brasil reafirma a nossa missão no cuidado humanizado aos nossos pacientes. Continuaremos focados em servir ainda melhor, sempre em prol da melhoria contínua e em oferecer a qualidade máxima na assistência integral cada vez mais segura”, comenta a Diretora Geral.

Investimentos

O Hospital Madre Teresa tem investido de forma expressiva em importantes avanços tecnológicos, qualidade, segurança, infraestrutura e desenvolvimento de seus colaboradores e corpo clínico. A cultura inovadora da instituição favorece e tende a qualificar ainda mais a segurança nos processos, a experiência do paciente e a excelência dos atendimentos.

Certificações de Qualidade

O HMT celebra 40 anos como Hospital geral de alta complexidade. Entre os reconhecimentos estão a Acreditação Qmentum Global Alliance, conferida pela Accreditation Canada e pelo Instituto Qualisa de Gestão – IQG, a Acreditação com Excelência ONA 3 e Certificação Internacional de Serviços de Enfermagem, ambas conferidas também pelo Instituto Qualisa de Gestão.  Também possui honrarias: o Prêmio Mineiro de Qualidade (2014) faixa Ouro, o Selo de Excelência da Unimed-BH, com nota máxima, por cinco anos, e o prêmio destaque na Melhor Experiência do Cliente.